Diário de intercâmbio: a primeira experiência com (muita) neve!

Marcela Bonafé, nossa intercambista no Canadá, conta as alegrias de realizar um sonho: morar em um lugar que neva!

Por Marcela Bonafé 22 dez 2017, 20h01

Meu grande sonho desde pequena sempre foi ver neve. Aconteceu em 2010, mas foi só durante uma tarde nos alpes suíços – mesmo assim foi emocionante. Só que aí, depois disso, o sonho aumentou: “agora quero viver a neve!”. Porque, bom, uma coisa é ver, brincar e tirar umas fotos, outra é acordar todos os dias em temperaturas bem negativas, se agasalhar toda e sair na paisagem branquinha.

Quando decidi vir ao Canadá, eu soube que isso ia acontecer. Afinal, o país é bem conhecido por seu Inverno rigoroso com temperaturas por volta de -30°C. A expectativa, portanto, já estava grande. E aí foi esfriando, esfriando… Toda semana eu olhava a previsão do tempo ansiosa para ver o desenho do floquinho de neve por lá. Depois de alguns alarmes falsos, ela veio. No dia 10 de novembro, acordei, olhei pela janela e vi uma camada branquinha cobrindo parte da cidade.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Tão linda 💙❄️

A post shared by Marcela Bonafé (@maahbonafe) on

Fiquei toda feliz e chorosa no quarto, trocando mensagens com meus amigos, que também estavam animadíssimos. Ainda era só o começo, então foi bem pouquinho e logo sumiu. O mais marcante para mim veio mesmo nove dias depois, quando eu pude ver neve caindo do céu pela primeira vez na vida. Ia tomar um brunch com uns colegas e aí decidi caminhar até o local para aproveitar o momento.

Que delícia foi andar sentindo o geladinho cair no rosto e acompanhar o casacão preto sendo recoberto por pontinhos brancos! Foi lindo também ver que, de pertinho, os flocos são exatamente como a gente vê em desenhos: todos cheios de detalhes. Não sei nem dizer a felicidade que me invadiu ali, mesmo ainda sendo muito pouco comparado a tudo o que estava por vir.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Da lista de momentos inesquecíveis: vendo neve cair do céu pela primeira vez 💙❄️

A post shared by Marcela Bonafé (@maahbonafe) on

Demorou quase um mês para a neve vir com tudo e eu poder, de fato, começar a sentir como é conviver com ela. Ainda acho mágico cada vez que ela cai e não me canso de apreciar a paisagem gelada. Parece que o branquinho da neve traz uma leveza, um alegria ao tempo cinzento, sabe? E é bem divertido, também. Vou guardar para sempre minha primeira guerra de bola de neve: durante o horário de almoço, desci com meus amigos e ficamos uns 15 minutos atacando. Foi tão congelantemente divertido!

Mas nem tudo são flores… Em Montréal, eles não tiram todo tempo a neve do chão nas ruas e aí, conforme as pessoas e os carros vão passando, ela vai ficando nojeeenta. Muito suja, ela fica parecendo lama – é impossível voltar para casa com o sapato limpo. Fora que é até difícil andar, porque ela fica alta e o pé afunda, então você tem que ficar desviando.

Arquivo Pessoal/Reprodução

Ainda, com o passar dos dias, ela vai meio que se juntando e formando uma camada de gelo que recobre as calçadas, o que é perfeito para escorregar e cair (o que, obviamente, já fiz umas vezes). Ah! Sem falar que, para os carros também, é perigoso! É comum rolar acidente durante a época de neve. Olha este vídeo do inverno do ano passado aqui em Montréal:

No fim das contas, viver em um país que neva é como todas as outras cosias na vida: tem o lado bom e o lado ruim. De qualquer forma, eu estou amando me sentir a Elsa por aqui! (risos) Sei que vou continuar sentindo um quentinho no coração cada vez que os floquinhos gelados caírem no meu rosto e, claro, vou aproveitar essa época ao máximo. Ainda falta fazer boneco de neve, anjinho, esquiar… E eu mal posso esperar para fazer tudo isso e mostrar para vocês!

Salut!

Ma Bonafé

Promoção CAPRICHO Volta às Aulas 2018
Divulgação/CAPRICHO

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade