Compositora da trilha de “Coringa” ganha prêmio inédito no Globo de Ouro

Quem conquistou o marco foi a musicista e compositora Hildur Guðnadóttir. Que seja o primeiro de muitos!

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 6 jan 2020, 15h02 - Publicado em 6 jan 2020, 15h00

A islandesa Hildur Guðnadóttir, de 37 anos, marcou a noite do último domingo, 5, por ser a primeira mulher a levar sozinha para casa o prêmio pela trilha sonora original no Globo de Ouro, que rolou em Los Angeles. A compositora ganhou o troféu pelo seu trabalho no filme “Coringa”.

Getty Images/Getty Images

Antes de Hildur, apenas outra mulher havia vencido na categoria. Lisa Gerralrd dividiu o troféu em 2000 com Hanz Zimmer pelo trabalho dos dois na trilha de “Gladiador”.

  • Guðnadóttir também já trabalhou nos filmes “O Regresso”, “A chegada” e “Sequestro”. Outro trabalho seu que também vem sendo elogiado é a trilha da série “Chernobyl”, da HBO.

    Guðnadóttir é um exemplo das minas e mulheres que estão trabalhando duro para conquistar novos espaços. Anota aí esse nome e confira a trilha de “Coringa”: 

    Continua após a publicidade
    Publicidade