“Como falar pro meu namorado que eu sou virgem e que ainda não estou preparada pra transar?”

Por Da Redação 20 set 2013, 19h18

Na, só existe um jeito: em uma conversa bem sincera. Falar de sexo com o namorado requer muita intimidade e muita segurança. Intimidade para você puxar assunto, abrir o jogo, fazer perguntas, responder às dúvidas. Segurança para dizer a verdade sem se sentir constrangida, fazer as perguntas sem se sentir inexperiente, responder às dúvidas sem se sentir intimidada. No começo de um namoro, essa não é mesmo uma tarefa fácil.

Esta é a conversa que eu teria se fosse você:

(Situação: Você e o seu namorado estão se pegando na sala de tevê enquanto sua mãe saiu para ir ao mercado. O cara coloca a mão por dentro da sua blusa. E o clima vai esquentando.)

Você, congelando a situação no auge do amasso:
Ei, precisamos conversar.

Ele:
– Agora?

Você:
– Sim.

Ele:
-…

Você:
– Faz um tempão que estou tentando falar sobre isso. Não sei bem como, mas, enfim, a gente já está namorando há xx meses, preciso ter coragem de falar sobre qualquer coisa com você, né?

– Claro

Continua após a publicidade

– Então, eu não sei se você sabe ou imagina: eu já tive alguns namorados (ficantes/ rolos/ afins/ amores platônicos), mas nunca fui tão longe num namoro com um garoto. O que eu estou querendo dizer é que (respira bem fundo e solta sem pensar muito) eu sou virgem.

(Ele vai ficar meio bobo, sem saber o que dizer).

– Só estou te falando isso porque acho intimidade e confiança é tudo em um relacionamento. Precisava dividir com você. (aí você joga a bola pra ele). Você desconfiava disso?

(Ele vai engasgar, se enrolar, falar que sim, que não, não importa. Continue)

– Então, esse é um passo importante pra mim. Eu gosto muito de você, mas ainda não me sinto preparada para avançar. Preciso saber se você está disposto a esperar.

(Ele vai falar que sim ou te enrolar e tentar te convencer de que é legal e você vai curtir e que pode confiar nele e tal. Nesse caso, deixe bem claro:)

– Só dá pra gente continuar o namoro se for sob as minhas condições. Você vai topar esperar e respeitar os meus limites?

Aí cabe a você perceber o quanto o cara está sendo sincero, o quanto gosta de você e se ele é legal o suficiente para ser seu namorado.

Pronto, o gelo está quebrado: agora vai ser muito mais fácil voltar ao assunto ou conversar sobre outras coisas relacionados a sexo. Você pode, por exemplo, perguntar sobre a experiência dele, sobre as vontades, sobre camisinha, gravidez, expectativas. E, pouco a pouco, vai se sentir mais segura para dar o próximo passo.

E aí, acham que funciona assim? Como vocês levariam essa conversa?

Continua após a publicidade
Publicidade