Blog da Galera: 3 bandas cearenses que você precisa conhecer

Quer renovar sua playlist nessas férias? A Ana Raquel Holanda, da Galera CAPRICHO, separou algumas dicas musicais diretamente do Ceará.

Por Da Redação - 5 jan 2018, 12h05

Oi, gente! Como estão? Ana Raquel por aqui e, dessa vez, fazendo jus ao fato de ser a representante nordestina da Galera CAPRICHO, vim apresentar três atuais bandas do Ceará que merecem (muito) ser conhecidas!

1. Projeto Rivera
Para ser sincera, na primeira vez que encontrei os meninos, nunca tinha ouvido falar na banda. Mas, no dia seguinte, lembrei de procurar alguma música e, desde então, O Que Tu Tinhas e Estrela estão na lista das músicas mais tocadas da minha playlist. Com canções que carregam traços regionais, mesclando rock, MPB e baião, a banda gravou seu primeiro disco, intitulado “Eu Vim Te Trazer o Sol, em 2014, a partir de experiências adquiridas em viagens pelo interior do Ceará.

O nome Projeto se justifica pelo fato de serem realizadas outras ações que também englobam arte e comunicação, além de canções. A ideia é que todas essas ações externas à música sejam compreendidas como parte do mesmo coletivo. Alguns exemplos delas são oficinas e intervenções urbanas.

A entrega dos músicos ao Projeto é vista desde que eles construíram o próprio estúdio, produziram e gravaram o CD, assim como os vídeos da produção. O próximo álbum, “Eu Vejo Você” será lançado em 2018, e, assim, os meninos vão traçando, com vontade e dedicação, o que escolheram para suas vidas: construir uma carreira de sucesso dentro da música.

2. Capitão Eu e Os Piratas Vingativos
A banda surgiu em 2011, com o objetivo de transmitir uma poesia que descrevesse a realidade de quem vivencia Fortaleza. Passeando pelo rock, pelo samba e pela música nordestina, o grupo lançou dois EPs em 2012, e, no ano seguinte, o disco “O Melhor Lugar do Mundo”, se referindo à qualquer lugar onde eles estejam juntos, na companhia de pessoas que curtam seu som e suas ideias.

 

Continua após a publicidade

Capitão Eu e os Piratas Vingativos também foi um dos grupos selecionados para tocar na edição deste ano do festival Maloca Dragão. O Maloca é o maior evento da cena alternativa no Ceará e, em 2017, contou com grandes nomes e revelações da música brasileira, como Baiana System, As Bahias e A Cozinha Mineira, Karol Conka e Cidadão Instigado.

Além disso, em março de 2017, a banda lançou o clipe da música Aurora, que foi produzido de forma totalmente independente e autoral, com cenas que passam por famosos cartões postais de Fortaleza, como a Praia de Iracema e a Catedral Metropolitana.

3. Selvagens à Procura de Lei
Sob influência de grandes nomes da música, como Alceu Valença, Fagner, Gilberto Gil, Bob Marley, Funkadelic e muitos outros, a banda lançou o disco “Praieiro”, que é um fiel retrato da influência diversificada trazida pelos músicos. Neste disco, eles arriscaram ao produzir um rock diferente do que há no mercado, buscando fazer algo mais dançante e divertido, porém, sem perder sua essência.

Pra mim, a melhor música dos meninos é Despedida, que faz parte do disco “Selvagens à Procura de Lei”, lançado em 2013. A faixa ganhou um clipe cheio de conceito que vale super a pena conferir!

Além de shows pelo Brasil inteiro, inclusive em grandes festivais (alô, Lollapalooza!), a banda realizou seu primeiro show internacional neste mês, na Argentina. Além disso, ela foi uma das atrações do Réveillon de Fortaleza e participa do Festival I’Music, ao lado da dupla Anavitória e do cantor Projota, que acontece nesta sexta-feira, dia 5, no Shopping Iguatemi Fortaleza. E assim, com shows pelo território nacional e internacional, os músicos vêm se consolidando como uma importante banda brasileira e conquistando inúmeros fãs.

Espero que gostem das bandas tanto quanto eu gosto e me orgulho de ser conterrânea desses músicos incríveis!

Beijos,
@anarholanda

 

Continua após a publicidade
Publicidade