Amazônia: governo Bolsonaro faz novo barraco online contra Leo DiCaprio

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, brigou com ator e ainda postou vídeo mostrando animal da Mata Atlântica para dizer que não há fogo na Amazônia

Por Isabella Otto - Atualizado em 13 set 2020, 10h50 - Publicado em 10 set 2020, 12h47

Mais uma vez, o governo de Jair Bolsonaro criticou o ativismo de Leonardo DiCaprio nas redes sociais. O ator, que tem uma fundação em prol do meio-ambiente e é um dos que mais ajuda a combater as mudanças climáticas e a salvar a natureza, postou na noite da última quarta-feira (9/9), um vídeo mostrando que a Floresta Amazônia, a maior floresta tropical do mundo, está em estado de emergência. Na postagem, DiCaprio usou hashtags contrárias ao governo Bolsonaro, como #BolsonaroOuAmazônia. O tuíte não foi bem recebido por Ricardo Salles, ministro do Meio-Ambiente, que, de novo, arrumou briga com o ator nas redes sociais.

“Você vai colocar seu dinheiro onde sua boca está?”, escreveu Salles no Twitter. O ministro ainda marcou Leonardo DiCaprio na publicação e perguntou se ele contribuiria com o programa “Adote Um Parque”, que conta com a ajuda do financiamento de empresas estrangeiras para salvar 132 unidades de preservação da Amazônia.

Como se não bastasse, Ricardo Salles aproveitou a deixa para postar um vídeo que recebeu, creditado à Associação de Criadores do Pará, para mostrar que a Amazônia não está queimando. O problema, ou, no caso, mais um deles, é que o vídeo mostra imagens do mico-leão-dourado, espécie exclusiva da Mata Atlântica. Teria Salles recebido o vídeo no ~grupo do zap~ e compartilhado uma fake news? Não seria a primeira vez…

Nas redes sociais, pessoas se manifestam contra os recentes pronunciamentos do ministro. “Postagem infeliz e irresponsável. Os dados do INPE apontam para mais de 10 mil focos de calor só nos oito primeiros dias de setembro”, disse a gerente ambiental Cristiane Mazzetti. “Que feio! Passando a responsabilidade do problema para outra pessoa”, escreveu outro usuário, fazendo referência ao tuíte de Salles direcionado ao ator hollywoodiano.

Continua após a publicidade
Publicidade