11 curiosidades sobre a menstruação ao redor do mundo

Sabia que, em alguns países, as meninas não podem tomar sorvete nem sair de casa enquanto estão menstruadas?

Por Amanda Oliveira - Atualizado em 23 jul 2018, 18h40 - Publicado em 26 Maio 2018, 12h00

Embora seja algo natural do corpo feminino, a menstruação ainda é motivo para que muitas meninas deixem de fazer algumas atividades por causa da “tradição”. Muitas vezes, essas proibições e censuras são hábitos culturais de cada país, passados por gerações dentro das famílias.

iStock/Natalia Lavrenkova/Reprodução

Em parceria com a KYRA Pesquisa & Consultoria, a SEMPRE LIVRE realizou um estudo global sobre a menstruação ao redor do mundo. A pesquisa reuniu dados de 1.500 mulheres, entre 14 e 24 anos, em cinco países: Brasil, Índia, África do Sul, Filipinas e Argentina. O resultado mostra o quanto as garotas se sentem incomodadas com a própria menstruação, além de reforçar que o tabu a respeito do assunto ainda existe e é grande!

NO BRASIL
1. 43% das meninas não andam descalças
As garotas evitam andar descalças quando estão menstruadas porque, de acordo com as superstições, esse hábito pode piorar a dor da cólica menstrual. Apesar da crença popular, toda essa história não passa de um mito. Ainda assim, é melhor evitar ambientes frios, para que nosso corpo não fique tão sensível.

NA ÁFRICA DO SUL
2. 32% das garotas não encostam em imagens religiosas
Em muitos lugares da África, a menstruação é considerada motivo de vergonha e até mesmo algo que torna as meninas “impuras”. Por isso, não é permitido encostar em imagens religiosas, que são vistas como sagradas, durante o período menstrual.

3. 34% das garotas não visitam templos
Da mesma forma como não podem encostar em imagens religiosas, meninas menstruadas não podem entrar em templos, por serem lugares sagrados.

Reprodução/Reprodução

NA ÍNDIA
4. 57% das meninas não entram na cozinha
O tabu da menstruação é ainda mais forte na cultura indiana, uma das mais machistas do mundo. Quando estão menstruadas, as mulheres são consideradas “sujas”, intocáveis e alguns até acreditam que elas fiquem amaldiçoadas durante esse período. Ao entrar na cozinha, a garota poderia, por exemplo, contaminar os alimentos.

5. 39% das garotas não dormem na própria cama quando estão menstruadas
Essa proibição também é explicada pelo fato de alguns indianos acharem que as meninas ficam “impuras” e “sujas” durante o período menstrual. Assim, ao dormir na “cama da menstruação”, eles evitam contaminar a cama do dia a dia.

Continua após a publicidade

6. 37% das meninas não sentam à mesa com a família
As meninas indianas também são proibidas de sentar à mesa para fazer as refeições com a família durante a menstruação, por conta da “impureza”.

7. 30% das meninas são proibidas de sair de casa
Os indianos também acreditam que, além de “impuras”, as meninas menstruadas também devem ser intocáveis. Por isso, para evitar o contato com outras pessoas, elas não saem de casa durante esse período.

NAS FILIPINAS
8. 75% das garotas não tomam banho
De acordo com a crença popular, tomar banho durante a menstruação pode levar a mulher à loucura, porque o “sangue sobe para a cabeça”. Lavar o cabelo? Pior ainda! Durante aqueles 3 a 7 dias de menstruação, o melhor mesmo é passar longe da água.

9. 49% das meninas não tomam sorvete nem qualquer bebida gelada
Em muitos lugares, não tomar sorvete ou bebidas geladas está relacionado ao fato de que ambientes/alimentos frios podem aumentar as cólicas menstruais. Talvez esse seja um dos únicos tópicos que seja meramente verídico.

NA ARGENTINA
10. 27% das meninas não lavam o cabelo
Se você estava achando que essa superstição era uma tradição dos países orientais, na terra dos hermanos, algumas mulheres deixam de lavar o cabelo porque a prática poderia aumentar o fluxo sanguíneo da menstruação.

11. 20% das garotas não fazem bolo ou maionese quando estão menstruadas
Em alguns lugares do mundo, as pessoas acreditam que preparar bolo ou maionese enquanto está menstruada pode fazer com que os alimentos não fiquem tão bons. Nas Filipinas, 24% das meninas seguem esse mesmo hábito.

Continua após a publicidade
Publicidade