Sua chapinha nunca dá certo? Descubra os motivos

O efeito dura pouco ou fica artificial? Depois das nossas dicas isso não vai mais acontecer

Por Juliana Costa - Atualizado em 17 ago 2016, 14h15 - Publicado em 19 jul 2014, 11h40

Como você já sabe, a galera aqui da CAPRICHO é muito a favor do #orgulhocachos, mas todo mundo tem aquele dia em que quer mudar um pouquinho. Quem tem cabelo liso quer cachear, quem tem cachos quer alisar… normal.

Você curte usar chapinha, mas o resultado não fica lá tão bom? Talvez você não esteja de olho em um dos cuidados abaixo (ou em vários dele, confessa hahaha). Leia, veja se rola uma identificação e aprenda a solucionar o problema!

Foto: Raquel Espírito Santo

1. Lembre-se de que o processo de secagem já começa no banheiro. Ficar enlouquecida esfregando a toalha no cabelo só vai danificá-lo e, para piorar, pode aumentar o frizz. Aperte levemente os fios com a toalha, apenas para retirar a umidade.

2. Status: protegida. É assim que você deve estar antes de começar a secar o cabelo. Nunca, mas nunca mesmo, abra mão do protetor térmico. Ele diminui a agressão que o calor do secador e da chapinha causam. Aplique nos fios úmidos.

Continua após a publicidade

3. Já que chapinha e cabelo molhado não combinam de jeito nenhum, é preciso usar um secador. Mantenha o bocal dele sempre virado para baixo, no sentido de crescimento dos fios – eis o truque para evitar o frizz. Deixe o cabelo quase seco, ok?

Foto: Raquel Espírito Santo

4. Seu cabelo é cacheado ou muito ondulado? Então, para deixar o acabamento mais bonito, escove os fios antes da chapinha. Quando for escolher a escova, prefira as mais largas.

5. Hora da chapinha. Pode acreditar: a temperatura muito alta não vai necessariamente alisar seu cabelo mais rápido (o dano, inclusive, pode ser grande!). Embora vários modelos disponíveis no mercado consigam ultrapassar 200°C, fique em 180°C, no máximo. Para fios muito danificados, o ideal é até 150°C (e chapinha muuuuito de vez em quando).

6. Bateu aquela pressa, você quer ir logo e acaba passando a chapinha em mechas superlargas. Quem nunca! O pior é que, nessa, você pode levar ainda mais tempo (a agredir ainda mais o fio). Separe o cabelo em partes de dois dedos de largura mais ou menos e voilà!

Continua após a publicidade
Foto: Fernando Tomaz

7. Você não vai vencer o cabelo pelo cansaço, por isso, não precisa insistir! Estique os fios de leve com as mãos ou com um pente e deslize a chapinha três vezes, no máximo.

8. Mantenha o ritmo da raiz até as pontas. Passar a chapinha devagar demais, além de danificar o cabelo, pode deixá-lo marcado.

9. Garanta o efeito natural dando aquela viradinha básica nas pontas – para fora ou para dentro, você decide. Assim elas não ficam esticadas.

10. Você tem a franja curta? Primeiro, seque-a com o bocal do secador virado para baixo e usando só as mãos. Depois, modele com a chapinha. Vire as pontas para dentro.

Continua após a publicidade
Foto: Raquel Espírito Santo

11. Se seu cabelo não costuma segurar muito o efeito liso, finalize com uma pequena quantidade de spray de fixação leve. Aplique o produto a uma distância de 20 centímetros aproximadamente – quando os fios já tiverem esfriado.

12. Seu cabelo vai precisar de cuidados especiais por causa do secador e da chapinha. Uma vez por semana, faça hidratações com produtos específicos.

13. Evite alisar o cabelo muitas vezes por semana. A longo prazo, por mais que você cuide, o excesso de calor prejudica os fios. Descubra como manter seu cabelo natural lindo e abuse disso!

Quem aí curte um dia de liso?

Publicidade