Pele linda: 5 coisas que você precisa saber ao lavar o rosto

Dicas simples podem fazer bastante diferença para a sua pele

Por Da Redação - 4 jan 2019, 10h15

Lavar o rosto é uma etapa bem importante na sua rotina de cuidados com a pele – seja ela seca, mista ou oleosa. A seguir, aprenda cinco dicas que ajudam muito nessa hora.

lavar rosto
Gif/Reprodução

1. Por que lavar?
Às vezes, após um dia cansativo (ou uma festa ma-ra-vi-lho-sa), sentimos aquela vontade de pular o demaquilante e a lavagem. Normal, mas faça um esforço e tente dominar a preguiça. À noite, a pele precisa estar limpa para poder, assim como você, descansar e se renovar. Quando há um monte de produtos pesando sobre ela, os poros ficam obstruídos e impedidos de respirar, o que favorece a formação de cravos e espinhas. Melhor ir para a cama uns minutinhos mais tarde, né?

2. Cuidado com exageros
Já ouviu falar em efeito rebote? Ele é a prova de que, quase sempre, menos é mais. A ideia é a seguinte: quando lavamos o rosto muitas vezes durante o dia, em vez de ajudarmos a diminuir a oleosidade, aumentamos sua produção. Com o excesso de limpeza, acabamos removendo a proteção natural da pele, fazendo com que o organismo entenda que precisa produzir ainda mais óleo para suprir essa falta. Lavar duas vezes ao dia, ao acordar e antes de dormir, é o ideal!

Reprodução/Dedoc

3. Sabonete não é tudo igual
A gente entende que é muito mais fácil pegar o mesmo sabonete que já está usando no corpo durante o banho e aproveitar para lavar o rosto. Mas a pele dessa região possui características diferentes e precisa de cuidados especiais. Você pode ter o rosto seco e o corpo oleoso, e vice-versa.

4. Escolha certa
Depois de remover a maquiagem, lave o rosto com um sabonete específico para o seu tipo de pele. Caso você utilize um demaquilante bifásico (que tem óleo na fórmula e é indicado para retirar produtos à prova d’água de áreas como olhos e lábios), esse cuidado é ainda mais importante.

5. Olho na água
Tente lavar o rosto (e tomar banho) apenas com água em temperatura morna ou fria. Quando está muito quente, ela desidrata a pele e causa ressecamento. Além disso, remove a oleosidade natural, estimulando o corpo a produzi-la em uma quantidade maior.

Facinho, vai?!

Publicidade