Na modinha das estéticas: as diferenças entre VSCO Girl, eGirl e Soft Girl

Tumblr Girl é coisa do passado, viu? Pero no mucho.... Saiba mais sobre as estéticas da internet do momento!

Tirar fotos com balões, dentro de carrinhos de supermercado, com prateleiras de salgadinho ao fundo, usando óculos de grau, coque frouxo, comendo pizza na cama e fazendo poses estranhas, com a mão na cara ou agachada. Prazer, tudo isso inclui o combo das Tumblr Girls, que bombaram há uns dois ou três anos! Hoje, elas foram substituídas pelas VSCO Girls, uma espécie de Tumblr Girls versão atualizada.

É TÃÃÃÃO TUMBLR!

É TÃÃÃÃO TUMBLR! (Reprodução/Reprodução)

As estéticas sempre fizeram parte do seres humanos. No começo anos 60, por exemplo, nos EUA e na Inglaterra, bombavam os chamados Teddy Boys. Eram jovens que se vestiam que nem o James Dean, ouviam rock and roll, na época, um gênero novo e bastante polêmico, e tinha a fama de serem brigões. Nos anos 70, no mundo, com o sucesso do Woodstock, e no Brasil, com a ascensão da Tropicalia, chegaram os hippies, com sua pouca maquiagem, cabelos ao natural, roupas coloridas, batas indianas, calças boca de sino, óculos neon e tie-dye. Estes, por sua vez, tinha a fama de serem “paz e amor”.

Com as redes sociais, essas estéticas se tornaram mais visíveis e ganharam novos nomes. As tendências vão e voltam, e passeiam por entre as “modinhas”. É delicado falar sobre estética, pois é algo muito ligado à aparência, e julgar o livro pela capa não é o mais indicado. Contudo, as estéticas VSCO Girl, eGirl e Soft Girl viralizaram nas web e não dá pra deixar de falar sobre elas, até porque tem muita gente que ainda não entendeu nadinha. Então, vamos levar para o lado mais zoeiro da coisa e menos, bem menos, para o da superficialidade e pressão de se enquadrar em algum grupo, combinado?

1. VSCO Girls
As VSCO Girls são também conhecidas como “as novas garotas Tumblr”. O nome foi inspirado no aplicativo de edição de imagens VSCO, que traz filtros mais clean e puxados para o tom azul. É por isso que as VSCO Girls são logo associadas à praia e à natureza. Elas costumam ser meninas solares, que curtem ouvir um Gabriel Elias, acreditam em trocas de energia, são ativistas ambientais nas horas vagas, acreditam em um mundo melhor e são bem good vibes. Sabe aquelas pessoas que não podem ver uma kombi que já ficam pilhadas para tirar fotos? VSCO People! Sabe a Perrie Edwards no clipe de Power, do Little Mix? Bem isso…

 (Reprodução/Reprodução)

Se você quiser se aprofundar mais no assunto (desculpa, a gente não consegue ser séria nem quando tenta), pode analisar as imagens abaixo, apelidadas de “o combo inicial das VSCO Girls”:

2. eGirls
Aqui já começamos com uma variação de nome! Pode ser eGirl assim, tudo junto, mas também pode ser E-Girl, com hífen. Visualmente é diferente, mas o significado é o mesmo: “eletronic girls”. São garotas com uma estética puxada mais para o grunge e o punk rock. Diferentemente das VSCO Girls, elas tendem a ser mais urbanas, curtem andar de skate, ir para baladas indie, jogar videogame… As roupas costumam ser pretas em sua maioria, com variações de cores neon. Inclusive, as eGirls adoram um cabelo colorido! Elas também curtem um delineado gatinho, batom vermelho, tatuagens, desenhos de coração sob os olhos, cerejinhas, animes, meia arrastão, gorro, e por aí vai. Na atitude, vamos dizer que elas são mais Teddy Boys que hippies. (risos nervosos) Confira abaixo alguns exemplos de eGirls ~originais~ e mais moderninhas:

Da esquerda para a direita, de cima para baixo: Jade West, de “Victorius”, Avril Lavigne, Billie Eilish e Julia Pontes.

Da esquerda para a direita, de cima para baixo: Jade West, de “Victorius”, Avril Lavigne, Billie Eilish e Julia Pontes. (Reprodução/Reprodução)

3. Soft Girls
Chegamos à última estética do momento, que pode ser definida como o oposto das eGirls. As Soft Girls, como o próprio nome já diz, são formadas por meninas mais suaves e fofinhas. Muitas cantoras de k-pop e fãs do gênero musical seguem essa estética: bochechas rosadas de blush, makes de tons pasteis, pontos de brilho pelo rosto, sardinhas fake, fivelinhas coloridas no cabelo, lenços e tiaras. Beeeem “benininhas” mesmo, inclusive na atitude, entenda como quiser.

Veja algumas imagens na vibe Soft Girls:

Da esquerda para a direita, de cima para baixo: Hyoyeon Kim, Júlia Uchôa, da Galera CAPRICHO, Karen Smith, do filme “Meninas Malvadas”, e Lee Sung-kyung.

Da esquerda para a direita, de cima para baixo: Hyoyeon Kim, Júlia Uchôa, da Galera CAPRICHO, Karen Smith, do filme “Meninas Malvadas”, e Lee Sung-kyung. (Reprodução/Reprodução)

E dá para passear entre as estéticas? Claro que sim! Pode tudo, menos se sentir pressionada por ~modinhas~ das redes sociais e padrões estéticos. De resto, faz a Manu Gavassi e se soja nas tendências de estilo!

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s