Lésbicas têm vida sexual mais feliz que mulheres heterossexuais. Será?

Estudo explica as razões desse resultado, que vem tirando muitos homens do sério.

Por Amanda Oliveira - 29 ago 2019, 17h15

Na Inglaterra, uma pesquisa bastante polêmica concluiu que mulheres que se relacionam com outras mulheres possuem uma vida sexual mais satisfatória do que as que têm relações com homens. O estudo foi feito pela Public Health England neste ano.

Reprodução/Reprodução

De acordo com os estudos divulgados no Journal of Sexual Medicine, as mulheres lésbicas afirmam gozar em 75% das relações sexuais, enquanto as heterossexuais só conseguem em 61% das vezes. Metade das heterossexuais também admitiram estar feliz com a vida sexual, mas o índice de lésbicas sexualmente satisfeitas ultrapassa os 70%. Mas por que será que essa discrepância existe?

Segundo Matty Silver, terapeuta de saúde sexual, as mulheres lésbicas sabem onde fica o clitóris e o que é preciso fazer para conseguir um orgasmo. “Elas não precisam mostrar para a parceira o que fazer, então sua satisfação sexual é maior”, explicou em entrevista ao The Guardian.

Outro critério importante que pode fazer uma grande diferença para as mulheres heterossexuais é a ausência de preliminares. De acordo com Sue Mann, consultora de saúde pública responsável pela pesquisa, muitos homens não dão tanta atenção às preliminares porque acreditam que apenas a penetração é suficiente para fazer a parceria ter um orgasmo. Entretanto, apenas 20% das mulheres conseguem ~chegar lá~ sem a estimulação clitoriana.

Continua após a publicidade
Tumblr/Reprodução

Interessante, não? E diz muito sobre conhecimento do próprio corpo feminino – e a falta dele por parte de tantos homens. O que acharam do estudo?

Publicidade