É comum gostar de pessoas parecidas com o ex, afirma estudo

Quem nunca ficou chocada com aquele amigo que conseguiu arrumar uma namorada igual a ex?!

Todo mundo tem um tipo. Tem pessoas que curtem mais o estilo do Tyler Posey, outras que preferem o Zac Efron, o Jaden Smith, o Luan Santana… E há ainda aquelas pessoas que não tem um gosto tão bem definido assim. (risos) Mas você já deve ter conhecido um certo alguém que apareceu namorando uma pessoa que era exatamente a cópia da(o) ex. Foi até um pouco assustador e, por um momento, você pensou que tivesse rolado um remember. Sabia que existe uma explicação científica para isso?!

O famigerado Russ.

O famigerado Russ. (Reprodução/Reprodução)

De acordo com um estudo realizado pela Universidade da Califórnia, intitulado “Consistência e inconsistência entre parceiros românticos ao longo do tempo”, nós temos a tendência de gostar de pessoas que se parecem com nossos(as) ex-namorados(as). O mestre em psicologia Paul Eastwick afirma que muito disso tem a ver com o tal “tipo” de cada um. Mas não é só um lance físico, viu? A personalidade também conta muito!

O estilo de pessoas pelos quais estamos acostumadas a nos envolver é ditado principalmente pelo meio em que vivemos. Ou seja, se gostamos de rolês mais alternativos, de rock e de caras barbudos, consequentemente vamos curtir um tipo mais Jason Momoa. É claro que para toda regra há exceções, mas a pesquisa mostra que essa linha de pensamento é verídica.

Parecidos, pero no mucho? Ou cara de um, focinho de outro?

Parecidos, pero no mucho? Ou cara de um, focinho de outro? (Reprodução/Reprodução)

Consequentemente, se você curte um estilo específico de pessoa, tende a se apaixonar e buscar candidatos em locais que tenham mais opções desse mesmo tipo. O estudo ainda deixa claro que quando uma pessoa começa a namorar alguém que é da mesma forma que o(a) ex, na aparência e/ou no jeito, não significa que ela ainda goste da outra pessoa. É só uma coincidência curiosa ditada pelo nosso subconsciente. É meio cômodo se envolver com alguém que você já conhece.

Então, da próxima vez que você for julgar o amiguinho por ele estar com um “sósia” do(a) ex, lembre-se de que é cientificamente comprovado que isso pode acontecer com você também. Muahaha!

E aí, qual é o seu ~número~?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s