Você sabe da onde veio a inspiração para criar estas bolsas famosas?

Grande amor, musa de estilo, cachorro de estimação e outros casos curiosos serviram como ideias para designers da moda

Por Thais Varela - Atualizado em 26 jul 2020, 12h38 - Publicado em 25 jul 2020, 10h03

Alguns modelos de bolsas se tornaram icônicos. Chanel, Hermès, Dior… As grandes marcas internacionais possuem as suas versões clássicas que entraram para a história da moda e, temporada após temporada, continuam fazendo sucesso ao redor do mundo.

Além de lindas e cheias de estilo, muitas dessas bolsas têm uma história curiosa por trás de suas criações. De inspirada em um grande amor até em um cachorrinho de estimação, confira os casos inusitados que cercam os modelos abaixo.

Bolsa Kelly, da Hermès

Bolsa Kelly, da Hermès Divulgação/Reprodução

Um dos modelos mais luxuosos e elegantes da Hermès foi nomeado a partir de Grace Kelly. Criada em 1930, a bolsa de couro com formato de trapézio originalmente não era associada à atriz. Porém, em 1956, quando já havia se tornado princesa de Mônaco, Grace Kelly usou a peça para esconder a sua barriga de gravidez dos paparazzis. As fotos do momento rodaram o mundo e o acessório ficou conhecido como a “bolsa Kelly”, e então passou a ser nomeado dessa forma também pela marca.

Grace Kelly em 1956 com a sua bolsa Kelly, da Hermès Howard Sochurek/The LIFE Picture Collection/Getty Images

Bolsa Birkin, da Hermès

Bolsa Birkin, da Hermès Divulgação/Reprodução

Além do modelo Kelly, a grife francesa também nomeou uma bolsa em homenagem à Jane Birkin, e a história de como isso aconteceu é bastante curiosa. Em 1983, por coincidência, a atriz e o CEO da Hermès da época, Jean-Louis Dumas, se encontraram em um voo que ia de Paris à Londres e começaram a conversar. Durante o bate-papo, Jane revelou que era difícil achar uma bolsa com o tamanho ideal para carregar todas as coisas que precisava, inclusive as mamadeiras de sua pequena filha, Lou. Então, o executivo prometeu que criaria o acessório perfeito para ela.

Continua após a publicidade

A partir desse encontro, nasceu a bolsa Birkin, com 40 centímetros de comprimento para que as mulheres conseguissem levar consigo tudo o que precisassem. Desde o seu lançamento, em 1984, o acessório ganhou diversas versões, com novos tamanhos, cores e materiais, e se tornou o modelo favorito de várias celebridades, completando os looks de personalidades como as irmãs Kardashian à Rihanna.

Jane Birkin acques Haillot/Apis/Sygma/Sygma/Getty Images

Bolsa Boy, da Chanel

Bolsa Boy, da Chanel Divulgação/Reprodução

A bolsa retangular com alça de corrente foi criada em 2011 por Karl Lagerfeld e nomeada em homenagem à Arthur Capel, que tinha o apelido de “Boy”, um dos grandes amores de Gabrielle Chanel. A designer francesa e o britânico se conheceram através de amigos em 1909 e pouco tempo depois começaram um romance. O estilo de Boy inspirou Chanel de diversas formas, e ele a ajudou a divulgar suas criações apresentando a ela pessoas influentes e a aconselhando sobre seus negócios. Apesar da paixão, ele se casou com outra mulher. Mesmo assim, o relacionamento dos dois se manteve até a morte de Arthur em um trágico acidente de carro em 1919.

Coco Chanel e Arthur “Boy” Capel na praia em 1917 Apic/Getty Images

Bolsa Jackie, da Gucci

Bolsa Jackie, da Gucci Divulgação/Reprodução

Jacqueline Kennedy, que foi casada com o ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy, era um ícone de estilo e, inspirada nela, a Gucci nomeou um de seus modelos mais famosos. Lançada nos anos 1950, a história contada é que, após a ex-primeira dama usar a bolsa para se esconder dos fotógrafos na década de 70, a marca italiana decidiu mudar o nome do acessório para homenageá-la.

Criada inicialmente em duas versões de tamanho médio, uma em couro e outra em tecido, o modelo de ombro tem como símbolo o seu fecho com pequenas alças que se encontram no centro da peça. Desde então, ela já ganhou várias releituras e até hoje está entre os sucessos da grife.

Continua após a publicidade
Jacqueline Onassis em Nova York, nos Estados Unidos, em 1981 David McGough/The LIFE Picture Collection/Getty Images

Bolsa Lady Dior, da Dior

Bolsa Lady Dior, da Dior Divulgação/Reprodução

Inspirada também em uma mulher que foi símbolo do seu tempo, este modelo foi nomeado em alusão à ninguém mais, ninguém menos do que a princesa Diana. Originalmente, a peça foi lançada em 1994 sem nenhum nome, porém, após ter sido presenteada à Lady Di pelo presidente e pela primeira dama da França durante uma visita dela ao país, Diana imediatamente virou fã do acessório e a Dior decidiu rebatizá-lo em sua homenagem.

A princesa gostou tanto do modelo que encomendou diferentes versões dele ao longo do tempo. A partir disso, ela passou a ter uma relação muito próxima com a Dior, que se tornou uma das suas marcas favoritas.

Princesa Diana em Liverpool, no Reino Unido, em 1995 com a sua Lady Dior Tim Graham Photo Library/Getty Images

Bolsa Bobby, da Dior

Bolsa Bobby, da Dior Divulgação/Reprodução

Recentemente, a Dior criou uma nova bolsa inspirada em uma figura especial para a marca. Porém, dessa vez, não se trata de uma pessoa, mas sim do cachorro de estimação de Christian Dior, o Bobby. O modelo, que foi lançado no desfile de outono/inverno 2020, faz referência ao grande amor que o designer tinha pelos cães, principalmente por Bobby, que era seu favorito. O animal foi homenageado diversas vezes por ele ao longo de sua carreira, servindo de inspiração até para uma edição especial do perfume Miss Dior, em 1952, que trazia o frasco em formato de cachorro. Fofo, né?

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Dogs were a recurring and treasured element of Monsieur Dior's life: from Sandale to Papillon, who lived with his father at Callian, and Mirza, a wolfdog residing at the Château de la Colle Noire, the founding couturier's estate in the south of France, which his sister Catherine adopted after his death. But among them all, Bobby was Monsieur Dior's favorite, a beloved companion to whom he would pay tribute numerous times in his career. We invite you to discover this unexpected and touching tale in stories. #DiorHeritage © AGIP Bridgeman Images © Droits Réservés

A post shared by Dior Official (@dior) on

Gostou de saber mais sobre as bolsas icônicas?

Publicidade