11 opções de carreira que você pode seguir no mundo da moda

Stylist, produtor, figurinista e outras áreas de atuação que a faculdade possibilita

Por Taya Nicaccio Atualizado em 24 jul 2022, 11h31 - Publicado em 24 jul 2022, 10h00
Montagem em fundo rosa com textura roxa com pinceladas de tinta de foto com milhares de manequins espalhados, sendo um deles vermelho e o restante bege.
Vem descobrir algumas das inúmeras opções de carreira que você pode seguir Westend61/Getty Images

Você é do time que ama o universo da moda, mas não sabe exatamente que outra opção de carreira seguir a não ser a de estilista? Para te ajudar, a CAPRICHO conversou com Sérgio Kamimura, professor de graduação de moda e mestre em Design pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, para entender uma série de outras opções disponíveis.

Para além das roupas, existe um cenário nacional de criadores muito promissor, plural e versátil. “Moda é tão completa, tão ‘pé no chão’ e tão ‘mundo da lua’, já que é negócio e expressão ao mesmo tempo, que se torna difícil explicar o que uma pessoa formada em moda pode fazer”, avalia Kamimura. “Com um mundo tão conectado, tão multidisciplinar, várias profissões ligadas à moda surgiram e continuarão a surgir, além de que se trata de um dos setores que mais geram empregos.”

 

Estilista, a opção mais tradicional

Começando pela primeira e mais conhecida profissão nesse segmento, o estilista é responsável por “criar peças de vestuário ou de acessórios, ou, mais ainda, planos de coleção de moda inteiros”, que tanto podem ser pensados para um desfile quanto para o varejo.

Considerando um contexto nacional, que deve ser respeitado e valorizado, criadores indígenas e negros como We’e’ena Tikuna, Siouduhi, Cintia Felix, Mônica Sampaio, Meninos Reis, Hisan Silva e Pedro Batalha, e Rafael Silvério têm criado novos caminhos e tecnologias, que celebram os seus ancestrais.

View this post on Instagram

Uma publicação compartilhada por We’e’ena Tikuna Arte Indígena (@weenatikunaarteindigena)

Modelista, uma profissão antiga

Se você gosta de colocar a mão na massa e criar peças a partir de inspirações visuais, essa área pode ser a sua cara. O modelista trabalha em conjunto com o estilista e é capaz de interpretar o croqui (esboço de um desenho) e anotações.

Esse profissional elabora fichas técnicas, conhece aviamentos, caimento e demais características dos tecidos, além de produzir moldes, que, após o tecido ter sido cortado e montado, reproduzem o desenho apresentado anteriormente, com peças que estejam de acordo com as medidas dos consumidores de tal marca.

Imagem mostra manequins de moda, sendo o um deles verde e o restante bege.
O modelista pode trabalhar com modelagem plana, que pode ser feita em papel kraft, ou com moulage, feita diretamente no manequim. Westend61/Getty Images

Figurinista, que explora o mundo da arte

De acordo com Sérgio Kamimura, assim como o estilista, o figurinista também cria, mas voltado para produções artísticas, em que há uma preocupação com os looks dos personagens.

Uma dica para ficar de olho nesses profissionais e acompanhá-los por aí é procurar nas redes quem foi o responsável pelo figurino do seu filme ou série favorita, e aqueles que são indicados em premiações como o Emmy e o Oscar.

Continua após a publicidade

Quem aí se lembra de quando a figurinista Ruth E. Cather foi vencedora na categoria de Melhor Figurino por Pantera Negra no Oscar 2019?

View this post on Instagram

Uma publicação compartilhada por Ruth E. Carter (@therealruthecarter)

Pesquisador de tendências (coolhunter)

Sabe todas aquelas tendências de vestuário e acessórios que acompanhamos no dia a dia? O pesquisador de tendências, mais conhecido como coolhunter, é encarregado de fazer “pesquisas sobre o comportamento do consumidor para traduzir em tendências de moda”, um trabalho, por si só, minucioso e demorado.

Produtor de moda

Pesquisa e providencia peças para eventos, filmes, teatros, programas ou campanhas publicitárias e também produz desfiles de moda.

Consultor de moda

Orienta a criação de produtos e coleções de moda, que sejam viáveis tecnicamente, competitivos no mercado e em harmonia com as identidades das empresas.

Consultor de estilo ou de imagem

O consultor de estilo e de imagem orienta o cliente sobre como se vestir. Segundo o professor, ultimamente, esse profissional não se atém somente ao look, mas orienta comportamentos.

Gerente de produto

O gerente de produto é conhecido por “fazer o planejamento dos produtos da empresa, desde o plano financeiro, o administrativo e até de produção”. Esse profissional trabalha junto com o estilista e o coordenador do departamento de criação para transformar as ideias em produtos viáveis comercialmente.

Imagem mostra de ferramentas de costura na mesa do alfaite
Ferramentas de costura Kiyoshi Hijiki/Getty Images

Professor de moda

Sabendo que esse profissional “atua nas academias, ensinando moda em cursos técnicos, tecnólogos ou universitários”, o professor de moda pode dar aula nas mais variadas disciplinas, como moulage (técnica de modelagem, onde a construção do modelo do vestuário é feita diretamente sobre o corpo de modelo vivo ou busto de costura), técnicas de estamparia, sustentabilidade ambiental e ecodesign, história da moda, linguagem fotográfica e produção de moda e muitas outras que fogem do clássico “moda é só roupa”. 

Profissional de mídias sociais e de conteúdo

Pesquisa, cria e divulga conteúdos de moda, trabalhando com textos, imagens e vídeo. Pode atuar até como jornalista de moda, viu?

Profissional de marketing de moda

Desenvolve estratégias de mercado para marcas de moda.

E, sem dúvida, com o crescimento do mundo digital, principalmente relacionado ao metaverso, muitas novas profissões para quem estudou moda estão surgindo”, finaliza Kamimura

E aí, você já conhecia esse leque de opções de carreira para seguir?

Continua após a publicidade

Publicidade