Paloma Barbiezinha ama misturar cores e tem o estilo mais divertido ~ever~

A influencer também usa o próprio cabelo como acessório. Vem conhecê-la!

Por Sofia Duarte - Atualizado em 15 nov 2019, 11h00 - Publicado em 15 nov 2019, 10h00

Um dos feeds mais coloridos do Instagram é o de Paloma Barbiezinha. A influenciadora de Salvador chama atenção por suas produções que misturam cores, estampas e tendências de verão, fora que o cabelo dela é tipo um arco-íris mesmo! Mas, em entrevista à CH, ela contou que nem sempre foi assim…

“Na minha adolescência, fui muito reprimida. Eu não me aceitava como mulher negra e fazia de tudo para me encaixar nos padrões da sociedade“, disse. No entanto, tudo mudou depois que ela passou pela transição capilar. “Depois disso, eu comecei a abusar das cores. Elas sempre estiveram dentro de mim, mas eu tinha vergonha e medo do julgamento das pessoas, até que eu decidi cortar o cabelo e fazer o big chop [corte que retira a parte alisada dos fios].”

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Queria que o mundo todo fosse em tie dye afff apenas amooo💖✨🌈👸🏾

A post shared by ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ PALOMA BARBIEZINHA 🇧🇷 (@palomabarbiezinha) on

Se você tem vontade de apostar nas cores, fica a dica: “Comece pelos tons que você gosta. Eu, por exemplo, adoro rosa, então comecei com looks dessa tonalidade. Depois, vai chegar um momento em que vai ficar mais fácil e você vai combinar várias cores juntas.” Se joga, amiga!

Peças preferidas

As tendências que Paloma mais usa são: holográfico, animal print, tie-dye, neon e estampas geométricas. Já o que não falta no armário dela são camisas de botões (que podem ser usadas como cropped, vestido ou de um jeito mais social) e shorts jeans. Quanto aos acessórios, argolas e chokers são seus queridinhos.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

💅🏾💅🏾💅🏾💅🏾💅🏾

A post shared by ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ PALOMA BARBIEZINHA 🇧🇷 (@palomabarbiezinha) on

Você está passando por um processo de entender seu próprio estilo? A Paloma já esteve nessa fase e dá um conselho mega valioso: “As meninas precisam buscar referências de pessoas que elas admirem e que sejam parecidas com elas. Eu acho que foi por isso que eu consegui ser hoje o que eu sou. Busquei inspiração em meninas que estavam na mesma condição social que eu, que tinham o mesmo estilo e passavam por coisas parecidas. E também vale fazer um processo diário de se conhecer, de conversar com você mesma e descobrir o seu gosto, porque aí você não terá medo do que os outros dizem sobre você.”

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Uma mistura de algodão-doce com arco-íris pra colorir a sua telinha 🌈✨💖🦄🎨🌸🍭🍩🎉💕 Blusinha @ziovara ✨🌸 Cabelo por @marley_fibras 🙅🏽‍♀️

A post shared by ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ PALOMA BARBIEZINHA 🇧🇷 (@palomabarbiezinha) on

Agora, a pergunta que não quer calar é… Por que Barbiezinha?Surgiu como uma forma de ironia mesmo, porque eu cresci assistindo aos filmes da Barbie. Minha mãe sempre me deu todos, eu tinha algumas bonecas da Barbie também, mas nunca tive uma Barbie negra e nunca vi nos filmes uma Barbie negra. Então, eu tinha aquele estilo colorido, parecido com o da personagem, mas ao mesmo tempo eu não me enxergava. Foi por isso que eu criei o nome ‘Paloma Barbiezinha’, como forma de ironia e também para relacionar ao meu visual. Era para que as pessoas entendessem que elas podem ser uma Barbie sendo gorda, magra, negra, e que você não precisa estar dentro dos ~padrões~ para ser uma.” Fada sem defeitos!

Continua após a publicidade
Publicidade