Coleção de Beyoncé e Adidas recebe críticas por não ter tamanhos plus size

A cantora relançou a Ivy Park, sua marca esportiva com a empresa do setor, nesta semana e vários produtos já estão esgotados

Por Da Redação - Atualizado em 21 jan 2020, 15h09 - Publicado em 21 jan 2020, 15h06

Depois de muita espera dos fãs, Beyoncé e Adidas relançaram nesta semana a Ivy Park, collab esportiva feita em parceria por eles. Mas apesar do sucesso da coleção, que já conta com quase todos os modelos esgotados, a grife vem recebendo críticas por não ter trazido tamanhos plus size em sua grade.

Coleção da Ivy Park, marca da Beyoncé e Adidas Reprodução/Instagram

Nas redes sociais, fãs da cantora reclamaram da falta de inclusão da coleção, que foi produzida do tamanho PP ao GG. Entre as principais críticas, está o fato da cantora ser uma ativista sobre diversidade e trazer esse discurso em seus outros trabalhos (ela possui dançarinas plus size no seu ballet, por exemplo), mas não ter pensado nesse aspecto em sua marca de roupas, ainda mais pela coleção ser feita em parceria com uma grande empresa do setor, que já possui a tecnologia para produzir peças na grade estendida.

Outro ponto de críticas foi que a coleção foi criada de forma unissex e com uma mensagem de inclusão por trás, o que fez com que muitas pessoas acreditassem que ela também abrangeria pessoas plus size. Entre os modelos produzidos pela parceria, estavam moletons, calças esportivas, shorts, camisetas, tops, vestidos, tênis, entre outros itens, com valores a partir de R$ 129.

Coleção da Ivy Park, marca da Beyoncé e Adidas Coleção da Ivy Park, marca da Beyoncé e Adidas/Instagram

“Eu amo a Beyoncé. Ela me ajudou a enfrentar dois períodos finais de provas com seus lançamentos surpresas. Mas o que nós não podemos fazer é fingir que a Ivy Park excluir pessoas plus size não é um erro”, escreveu uma internauta no Twitter.

Continua após a publicidade

“Eu estou feliz por não ser a única que ficou desapontada que não há tamanhos plus size na Ivy Park”, desabafou outra fã.

“Acredito que um dos problemas com a marcação plus size é apenas ver GG e pensar automaticamente que o tamanho se encaixa nisso. Talvez eles precisem especificar isso no próximo lançamento e também expandir mais a grade. Mas eles merecem encontrar o seu espaço também. Beyoncé sempre fala sobre inclusão. Eu tenho certeza que ela fará algo sobre isso”, disse mais um.

O que você achou do caso?

Publicidade