Tenso: Katy Perry perde processo e Justiça declara que Dark Horse é plágio

A decisão veio após 5 anos!

 (Reprodução/Youtube)

Eita, gente… Que situação! A Justiça de Los Angeles chegou a uma decisão nada favorável a Katy Perry nesta segunda-feira (29/7). Foi determinado que a faixa Dark Horse, da cantora e do compositor Max Martin, trata-se de uma cópia indevida de um rap cristão. A notícia foi confirmada pela Associated Press.

O processo tramitava na Justiça há 5 anos. Marcus Gray e mais dois co-autores da faixa Joyful Noise, de Flame, acusaram Katy de plágio. Ui! De acordo com os advogados de defesa da cantora, os elementos da música são comuns e, logo, não poderiam ser tidos como cópia. “Alfabeto musical que deveria estar disponível para todos”, argumentou Christine Lepera. Além disso, a defesa também alegou que, embora sejam fãs de música cristã, Dr. Luke e Katy Perry jamais teriam escutado a faixa antes.

Os advogados da acusação logo rebateram que o vídeo de Joyful Noise possui milhões de visualizações no Youtube e streams e que a música faz parte de um álbum indicado a Grammy. O júri decidiu a favor deles.

Compare as duas faixas e nos diga o que acha:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s