Sophia estreia no cinema com Confissões de Adolescente: “Muito feliz”

Após livro, série de TV e peça de teatro, clássico adolescente entra em cartaz nesta sexta-feira (10)

Uma nova geração de fãs terá a chance de conhecer uma das obras mais legais feitas no Brasil. Estreia nesta sexta-feira (10) nos cinemas Confissões de Adolescente , filme que surgiu dos diários Maria Mariana e já foi livro, série de TV de sucesso nos anos 90 e peça de teatro. O longa também marca a estreia de Sophia Abrahão nas telonas, em um papel que irá surpreender muitos Tirulipos.

Confissões de Adolescente vai mostrar os sentimentos e sensações das irmãs Tina (Sophia Abrahão), Bianca (Bella Camero), Alice (Malu Rodrigues) e Karina (Clara Tiezzi), que poderiam facilmente ser suas amigas e enfrentam problemas que toda menina já viveu ou vai viver na vida.

Tina, a mais velha, lida com o relacionamento com o namorado de cinco anos, Lucas (Hugo Bonemer), que não vai nada bem. Alice faz de tudo para perder a virgindade e Bianca tem um relaciomento virtual e sofre com a pressão do pai para escolher o que vai cursar na faculdade.

A mais nova delas, Karina, está conhecendo o primeiro amor e ajuda as irmãs a enfrentar o pai, Paulo ( Cassio Gabus Mendes ), que passa por dificuldades financeiras e não pega nada leve com as quatro filhas.

Confissões tem roteiro de Matheus Souza, que fez a montagem da peça em 2009, e direção de Daniel Filho, o responsável pela série de TV, que completa 20 anos em agosto deste ano.

Em uma sessão especial para fãs, Sophia Abrahão falou com a CAPRICHO e contou tudo sobre sua experiência em Confissões de Adolescente .

CAPRICHO – A Tina é uma garota que está em um relacionamento há muito tempo e está entrando em crise. Você já passou por isso?

Sophia Abrahão – Não, porque o namorado da Tina está com ela desde a infância. Eles estão há uns cinco anos juntos. Eu nunca tive um relacionamento de tanto tempo, então não sei o que é cair nessa. Tem um momento do filme em que ela fala: “Eu não sei quem eu sou sem você?. A Tina tem 19 anos, mas começou a namorar com 14. Esse é um momento de muita mudança. Ela passou por toda a fase de amadurecimento ao lado dele. É muito complicado você passar por um momento tão importante da sua vida ao lado de uma pessoa e de repente não ter mais ela lá. Já passei por uma situação ou outra parecida, mas eu nunca fiquei desestruturada como ela.

Como você entrou para o projeto? Você fez teste?

Foi muito ao acaso, na verdade. Eu já tinha feito a peça em 2010, foi a minha primeira vez no teatro. Viajei o Brasil inteiro. O Matheus e a Clarice Falcão que adaptaram o texto para o teatro. Depois da peça, fiz um programa no Multishow, entrei em Rebelde e aí meu empresário comentou que tinha um teste. Foram testadas mais de 400 meninas. O Daniel [Filho, diretor] não sabia meu nome, não sabia de Rebelde . Ele gostou do meu teste. Foram quatro testes. O primeiro e o segundo foram com muita gente, tipo peneira mesmo. O terceiro e quarto foram com o próprio Daniel, o que dá um medinho maior, né? Mas eu sempre sonhei em fazer cinema. Pode até ver nas entrevistas que dei nos últimos anos. Nunca achei que fosse estrear no cinema com o Daniel Filho e com um projeto tão incrível.

A gente viu que você aparece sem blusa no filme. Foi muito tenso de gravar?

Foi muito tenso! Foi uma surpresa. Eu não sabia disso. O Daniel chegou e falou: “Olha, eu acho que isso é pertinente nessa cena, porque você estava dormindo com o seu namorado. Você não vai dormir de roupa, porque vocês voltaram de uma festa e estavam juntos. Então você vai acordar de calcinha”.

E aí?

Aí eu ouvi um conselho que foi sábio na hora: “Não resista, que ele pega leve”. Porque se você ficar resistindo muito, aí que ele te coloca na cara do gol. (risos) Eu encarei. Talvez tenha sido meu momento de maior profissionalismo. Se ele achou pertinente, tá bom, vamos lá. Não falei nada e não dei pitaco nenhum. Acho que faz parte.

Vocês todas gravaram sem maquiagem. Você se sente estranha de se ver assim no cinema?

Muito! Principalmente porque é no telão, né? Fica gigante! Mas achei ótimo. Primeiro, porque não tem o lance de se preocupar com maquiagem, cabelo e tal. Você chega no set de cara limpa, só uns 15 minutos antes das gravações. E eu preciso mudar também. É bom que as pessoas vejam que eu não sou uma modelo. Sou uma atriz. Estou aí para fazer o que precisar. Posso cortar o cabelo, engordar, emagrecer, ficar sem maquiagem…

Como foi contracenar com as atrizes originais [Maria Mariana, Georgiana Góes, Danielle Valente e Deborah Secco] de Confissões ? Vocês chegaram a se encontrar nos sets?

Cada uma participava com a sua respectiva personagem. Eu contracenei com a Maria Mariana, que foi quem escreveu tudo. Para mim foi uma honra! É lógico que cada uma tem o seu lugar na história, mas a Maria é a idealizadora de tudo. Fiquei muito feliz de fazer uma cena com ela. Eu vi o resultado do público mais velho, porque eles lembram muito dela na série.

Você cantou a música tema [ Sina, interpretada por Djavan] da série, né?

Sim! Foi um presente do Daniel. Eu não esperava!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s