Médicos contam que T.O.P precisará de acompanhamento psiquiátrico

O membro do grupo de k-pop BIGBANG sofreu uma overdose de medicamentos tranquilizantes

Por Da Redação - Atualizado em 7 jun 2017, 21h24 - Publicado em 7 jun 2017, 13h49

Na última terça-feira (6), o cantor T.O.P, do grupo de k-pop BIGBANG, foi encontrado inconsciente em Seul, na Coreia do Sul, devido a uma alta dosagem de tranquilizantes. Na madrugada desta quarta-feira (7), o hospital da Ewha Womans University realizou uma coletiva de imprensa para atualizar o público das condições do cantor.

Reprodução/Instagram

De acordo com traduções do fã-clube BigBangBrazil, Kim Han Soo, chefe de relações públicas do hospital, disse: “ele (T.O.P) chegou ao hospital em 6 de junho de 2017, às 12:34 (horário da Coreia). Com ele vieram mais três pessoas, uma segurando a parte superior de seu corpo e outras duas a parte inferior”.

“Nossos médicos técnicos de emergência o examinaram e descobriram que o paciente estava entre um estado de sono profundo e semiconsciência, com pupilas contraídas e diminuição da reflexão da córnea, mostrando apenas uma reação a estímulos muitos fortes”, explicou. Segundo os médicos, T.O.P também sofria de insuficiência respiratória devido a baixos níveis de oxigênio e altos níveis de dióxido de carbono.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

안녕히 주무세요 ❤ #BIGBANG #vip #yg #GD #Gdragon #taeyang #sol #top #style #daesung #seungri #cute #ygfamily #family #kpop #hiphop #swag #cool #bigbang10 #gtop #jiyong #bigbangmade #music #japan #korea #china #artist #빅뱅 #권지용 #태양

A post shared by BIGBANG (빅뱅) (@bigbang_official) on

“Depois de realizar um teste de urina, concluímos que o paciente sofreu uma insuficiência respiratória devido a uma sobredosagem de tranquilizantes prescritos. Tomamos a decisão de tratá-lo na unidade de terapia intensiva, pois sua condição levou a uma alta ocorrência de apneia (suspensão momentânea da respiração), o que pode exigir intubação, se necessário”, revelou um dos médicos. Ao contrário do que muitos veículos diziam, T.O.P ainda não acordou completamente. “Conseguimos controlar seus níveis de dióxido de carbono, mas ele ainda está em estado de letargia (profunda e prolongada inconsciência)”, declarou o representante do hospital.

Continua após a publicidade

Durante o comunicado, os médicos também deixaram bem claro que o cantor precisará cuidar de sua saúde mental e que, assim que ele apresentar melhoras físicas, será encaminhado ao departamento de psiquiatria.

Em abril, T.O.P foi acusado pelo uso de maconha e, em breve, terá que passar por um julgamento. Na Coreia do Sul, o uso de maconha, seja recreativo ou medicinal, é considerado um crime sério e o culpado pode pegar até 5 anos de prisão. No domingo (4), o cantor havia publicado uma carta pedindo “desculpas por seu erro” e se mostrando profundamente arrependido.

Continua após a publicidade

 

Publicidade