Karol Pinheiro divulga trechos de As Coisas Mais Legais do Mundo, seu primeiro livro

E você lê com exclusividade aqui na CAPRICHO! :B

 
A última segunda-feira foi, talvez, o dia mais feliz da vida de Karol Pinheiro. Ex-editora de CAPRICHO e blogueira há três anos, a it girl finalmente entrou para o hall de webcelebs que se tornaram autoras com o seu As Coisas Mais Legais do Mundo – que, por sinal, tem uma capa linda! “Eu quase morri quando peguei ele na mão pela primeira vez“, contou Karol em entrevista à CH. “Chorei bastante. Foi muito emocionante!
 
 
Com 100 textos inéditos da blogueira, o livro aborda diversos assuntos, desde objetivos de vida à relacionamentos amorosos. “Na minha opinião, as coisas mais legais do mundo são nossos sentimentos. E é por eles que eu passeio nesse livro. Amor, desamor, sentimentos em geral. Daí o nome!”, explicou ela, que sempre sonhou em publicar uma obra só sua. “É um sonho de criança que se concretizou. Isso é incrível!
 
A partir da próxima sexta-feira (24), Karol inicia uma viagem pelo Brasil fazendo tarde de autógrafos nas principais cidades do país, começando por Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo. “Vamos viajar todos os finais de semana. Vou divulgando as datas no canal!”, avisa Karol que nos enviou com exclusividade dois textos do livro pra você ler em primeira mão – e parar de roer as unhas enquanto o seu exemplar não chega! Se liga!
 
 

Se você pode sonhar

A distância entre dois pontos é a limitação entre o que está acontecendo e o que poderia acontecer. Isso não quer dizer que, quanto mais perto, mais fácil. Perseguir os próprios sonhos é tarefa que ultrapassa os quilômetros. É como se objetivo nenhum estivesse suficientemente longe para que não possa ser alcançado. O possível independe do tempo. 
 
Para qualquer decisão há um processo; para qualquer desejo há de haver força de vontade. É ela que tem o poder de ligar os pontos, unir a maior das distâncias e transformá-la em possibilidade. Só quem sabe sonhar reconhece quando um simples pensamento se torna realidade. A sensação é de fazer inflar o peito, bater mais forte o coração, deixar a respiração ofegante. São momentos como esse que insistem em permanecer na nossa memória e fazem os dias valerem a pena. 
 
E não, o grau de dificuldade não é relevante. Uma história pode ser boa por causa do beijo, do emprego, da viagem… É você quem dita as regras e, automaticamente, se torna responsável por elas. Seus meios fazem de você o único e total responsável pelo fim. Quer sorte maior do que essa?! Descobrir os caminhos é o que nos torna capazes de chegar a qualquer ponto. Esteja ele onde estiver! 
 

Quero você

Eu quero uma história digna de letra de música. Tardes de bobeira deitados de barriga para cima no sofá e muitos livros espalhados pela casa. Quero dizer o que penso e ouvir de volta um elogio que não faça sentido. 
 
Quero poder abraçar bem forte sem motivo e chorar de felicidade mais vezes do que de tristeza. Quero que você esteja por perto, mas entenda que preciso sentir vontade de voltar sempre. Quero que a saudade faça parte dos dias juntos ou separados. 
 
Eu quero beijar mesmo quando o beijo deixar de ser novidade. Quero poder usar para dormir aquela camiseta velha e deixar a vergonha para quando nos lembrarmos do que eu disse na primeira vez em que nos vimos. Quero contar meus segredos e espero que, mesmo assim, eles continuem sendo segredos. 
 
Quero que as mensagens no celular nunca parem e que as ligações terminem com promessas de sentimentos verdadeiros. Quero poder marcar encontros inesperados no endereço de sempre e mudar o destino quando for conveniente para nós. Eu quero falar, ouvir e apreciar o nosso silêncio. 
 
Quero rir das piadas repetidas e me surpreender com palavras que eu ainda não conhecia. Descobrir uma dobrinha nova no sorriso, um fio de cabelo que nasceu diferente, uma ruga que há pouco não existia. Eu quero estar junto pra comemorar e prometo ajustar o relógio para que as datas importantes nunca sejam esquecidas. 
 
Eu quero um amor que me faça bem para que eu possa fazer bem também.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s