Justin Bieber pede desculpas aos fãs chineses após visitar polêmico santuário no Japão

Cantor postou foto no Yasukuni Shrine, local que homenageia soldados que lutaram na Segunda Guerra Mundial

Por Bruno Dias Fotos: Getty Images e Reprodução - Atualizado em 17 ago 2016, 13h41 - Publicado em 23 abr 2014, 12h50

Justin Bieber se envolveu, sem querer, em uma briga internacional durante sua visita ao Japão. O cantor teve que pedir desculpas aos fãs da Coreia do Sul e China após visitar o polêmico santuário Yasukuni Shrine, local que homenageia soldados que lutaram e morreram durante a Segunda Guerra Mundial.

Bieber passou pelo local e fez uma oração pelos mortos de guerra japoneses, só que o local também homenageia 14 líderes japoneses condenados como criminosos de guerra após a Segunda Guerra Mundial.

Vendo a reação nas redes sociais, Justin Bieber usou o Instagram para pedir desculpas. “Enquanto estava no Japão eu pedi para meu motorista parar no que eu achei ser um lindo santuário. Eu me enganei ao achar que santuários eram apenas um local para orações. Peço desculpas a qualquer pessoa que eu possa ter ofendido. Eu te amo China e eu te amo Japão”, escreveu Bieber.

Publicidade