Gabriel Leone comenta cenas de tortura em Os Dias Eram Assim

Rolou nesta terça-feira (4) o lançamento da nova supersérie da Globo

Uma exposição no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, contando um pouco da história do país entre 1970 a 1984, anos marcados pela busca da liberdade e a luta contra a ditadura, serviu como pano de fundo para a festa de lançamento da próxima supersérie da Globo, Os Dias Eram Assim.

Acompanhado da namorada, a atriz Carla Salle, Gabriel Leone destacou a importância de abordar este período na TV. Na trama, ele vive o jovem idealista Gustavo, que luta contra a ditadura dos anos 70 e 80. “Acho que a grande mensagem deste trabalho é relembrar esse triste episódio da história do país e que deve ser sempre lembrado. Todo esse movimento contra a ditadura da época era pela busca da liberdade, que é um dos maiores bens do ser humano”, afirmou.

Durante a exibição do clipe de apresentação da trama, ficou evidente o clima da época, com imagens fortes que retratam a realidade dos anos de chumbo no Brasil. E Gabriel Leone conta ter se emocionado ao gravar as cenas em que o personagem sofre com as torturas. “Mexeu muito comigo. É difícil parar e pensar que essas pessoas passaram por isso tudo. Não é só uma tortura física, e sim psicológica. As marcas dos torturados não cicatrizam nunca”, falou, emocionado.

O amor está no ar

Outro casal que chegou chamando atenção foi Sophie Charlotte e Daniel de Oliveira. Linda com um macacão Gucci e um colar com uma flor vermelha da marca italiana, a atriz chegou roubando a cena. “Gosto de mudar, de dar uma produzida diferente quando tenho uma festa, um evento”, disse.

 (Raquel Cunha/Globo)

Em Os Dias Eram Assim, Sophia vive Alice, uma estudante de letras questionadora e libertária. Namorada de Vitor (Daniel de Oliveira), ela se apaixona por Renato (Renato Góes), mas após a armação de Vitor, acredita que seu grande amor está morto. “Existem amores como o da Alice e do Renato. Eu acredito no amor, que se manifesta de diversas maneiras. Todo mundo vive uma história de amor”, falou.

Mãe de Otto, a atriz contou que pretende aumentar a família. “Eu penso em ter mais filhos. É muito bom para a convivência do Otto, aquela coisa do fazer juntos, de aprender a dividir. Mas não é para já. Agora vou trabalhar, curtir o momento e esperar mais um pouco”, disse.

Novo visual

 (Raquel Cunha/Globo)

Esqueça a imagem de Maurício Destri das novelas I Love Paraisópolis e A Lei do Amor. Em Os Dias Eram Assim, ele surge mais magro, com o cabelo mais comprido, barba rala e bigodão para dar vida a León, um artista transgressor. “Eu perdi sete quilos e mudei o visual. Achei importante para entrar no universo do León, um artista intenso, um personagem desafiador, que me fez sair da minha zona de conforto. Sou movido a desafios”, falou.

De volta à TV

 (Raquel Cunha/Globo)

Lacradora com um terninho branco listrado, Maria Casadevall vive na nova série a médica Rimena, uma mulher forte, determinada nos seus objetivos. “Eu enxergo nela os ideias como pessoa. Ela é humana, leal no que acredita. E, através deste trabalho, estamos resgatando um passado da nossa história que precisa ser falado”, contou.

A série Os Dias Eram Assim estreia no dia 17 abril.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s