Estado Islâmico planejava envenenar Kate Middleton, diz jornal britânico

Segundo o MetroUK, o príncipe George também seria alvo para uma ação do grupo

Gente! Segundo o jornal britânico MetroUK, apoiadores do Estado Islâmico planejaram envenenar Kate Middleton. A publicação informou que eles trocaram mensagens pelo aplicativo Telegram, nas quais combinavam um meio de assassinar a duquesa de Cambridge. Uma foto de Kate empurrando um carrinho de supermercados foi enviada junto com a mensagem: “Nós sabemos onde ela come – envenene o local“. Que horror!

Além da duquesa, o príncipe George poderia ser o alvo de uma segunda ação. De acordo com o mesmo jornal, a conversa também mostrava uma foto de George segurando a mão do príncipe William, seguida da frase: “A Ascensão do incrédulo“. Bem tenso, né?

Segundo uma fonte do Daily Star Sunday, as ameças teriam ligações com Husnain Rashid, o qual foi condenado a 25 anos de prisão por incentivar pessoas pelas suas redes sociais a cometerem atentados contra o príncipe George enquanto ele estivesse na escola. A mesma fonte disse: “É um um plano repugnante, pois envolve os filhos pequenos de Kate, e acaba com sua tentativa de viver uma vida normal como qualquer mãe deseja”.

Estamos torcendo para que fique tudo bem com a família real!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s