Belieber “em segredo” aos 14, Halsey diz que trabalhar com Bieber foi sonho realizado

Apesar de ter sido emo, a cantora confessou que sempre curtiu o Justin! <3

Não seria exagero dizer que um dos grandes destaques do Lollapalooza foi a americana Halsey. Apesar de não ser headliner do festival, a cantora conquistou o público com um show simples, sexy e sincero – ela realmente estava feliz de estar ali. Em entrevista à CAPRICHO poucos antes de subir ao palco, Halsey disse que quase surtou quando soube que viria ao Brasil.
 
 
“Desde o coomeço os fãs daqui me diziam ‘come to brazil’, ‘come to brazil’ e eu pensava ‘eu não fui nem ao Canadá ainda! Como eu vou ao Brasil? Não posso pagar por isso. Não conheço ninguém lá’, disse a cantora, que também ouviu de muitos colegas músicos que o Brasil é um país incrível para a música. “Então quando eu recebi a ligação dizendo que eu viria ao Lollapalooza daqui eu fiquei muito, muito animada! Eu sempre digo que fico muito feliz por ter as pessoas cantando tão alto junto comigo e as pessoas sempre falam ‘espere até você tocar no Brasil!’
 
E ela curtiu mesmo sua passagem por aqui, viu? Tanto que ela não só virou MC Halsinha no seu rolê com Diplo e Skrillex por aqui como também disse que o Brasil é tão louco que gostaria de morar aqui! Tem como não amar?
 
 
 
 

 
UM SONHO REALIZADO
Parceria de Bieber em The Feeling, uma das faixas de Purpose, Halsey contou que, de tão surpresa, não entendeu o convite do cantor. “Eu fiquei muito confusa. Justin não fez muitos featurings com mulheres. Ele fez com a Nicki e cantou nos shows da Ariana e da Miley, mas nos CD’s dele não tem muita coisa com meninas. Aí eu pensava, tipo… Por que eu?”, contou ela, que passou a adolescência gostando do Bieber “em segredo”. “Eu era emo, gostava de Panic! at the Disco, Taking Back Sunday… Justin Bieber era meio que o meu guilty pleasure. Eu gostava dele, secretamente.
 
 
 
Halsey ainda nos revelou que a melhor parte de trabalhar com Bieber foi ver como ele criar suas músicas. “Seria muito fácil pensar que ele, por ser quem ele é, teria um monte de gente fazendo tudo pra ele, mas não é bem assim. Ele toma muitas decisões, cria muita coisa. Muita coisa vem da cabeça dele mesmo!“, explicou ela, que aproveitou as horinhas no estúdio para pegar dicas sobre o Brasil. “Ele foi uma das pessoas que me disse que o público brasileiro é muito apaixonado pelos seus ídolos.” 
 
QUERÍAMOS ESTAR NESSA CONVERSA, SIM OU CLARO? Já pode voltar pro Brasil e trazer o Bieber, tá miga?
 
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s