Artistas protestam contra falta de reggaeton no Grammy Latino 2019

Maluma, J Balvin, Daddy Yankee e Karol G estão entre os que se manifestaram contra as escolhas da premiação

O Grammy Latino anunciou os indicados à premiação nesta terça-feira (24), e acabou que a lista deixou alguns artistas e fãs de música latina bastante revoltados, em especial àqueles que curtem reggaeton. É que além do fato de que os artistas que mais receberam indicações ao prêmio, Alejandro Sanz e Rosalía, na verdade são espanhóis, o ritmo latino mais popular do momento acabou sendo meio que deixado de lado pelos organizadores do evento.

MALUMA-J-BALVIN Maluma e J Balvin estão entre os artistas que criticaram a falta de reggaeton no Grammy Latino 2019

Maluma e J Balvin estão entre os artistas que criticaram a falta de reggaeton no Grammy Latino 2019 (Reprodução/Instagram)

Maluma, por exemplo, não recebeu nenhuma indicação, e se mostrou bastante decepcionado por não ter seu último trabalho, o álbum 11:11, lançado no começo do ano, reconhecido. “Uma desilusão imensa não ter sequer uma indicação ao Latin Grammy. Tanto esforço… Fiz o melhor disco que poderia ter feito em minha vida, Madonna cantando em espanhol, sucessos como HP, 11 PM, uma salsa produzida pelo grande Sergio George… Em meu peito não cabe o coração e a entrega que depositei em 11:11“, escreveu ele.

“Definitivamente fico confuso e sem saber o que pensar. A única coisa que fica clara é que o maior prêmio está em ver shows lotados e um público que te quer e se identifica contigo. Amo vocês, mas não posso esconder este puto sentimento que dói aqui dentro. Felicidades a todos os indicados, de todo o coração. Me dá muita alegria ver tantos parceiros ali”, completou ele. Poxa!

maluma-reclama-grammy-latino Maluma postou um desabafo após não ser indicado ao Grammy Latino

Maluma postou um desabafo após não ser indicado ao Grammy Latino (Reprodução/Instagram)

Quem pensa que o desabafo de Maluma foi mais um recalque por não ter sido indicado ao Grammy se engana. Acontece que o reggaeton, apesar de fazer muito sucesso mundo afora, é considerado um ritmo popular, da rua, algo bem parecido com o funk que temos aqui no Brasil, e por isso muitas vezes não é reconhecido como arte. Por isso, outros artistas se juntaram ao colombiano para pedir o reconhecimento do ritmo por grandes instituições.

Daddy Yankee, que foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Fusão/Interpretação Urbana por Con Calma, parceria com Snow, iniciou uma campanha no Instagram com a tag #SinReggaetonNoHayLatinGrammy, algo como “Sem Reggaeton não tem Grammy Latino”. “Apesar de estar indicado, não estou de acordo com a maneira com que trataram o gênero e vários de meus colegas. Lembre-se de uma coisa muito importante: sua plataforma não foi a que criou este movimento. Isso vai bem mais além de um prêmio. Isto é cultura, credibilidade, pertinência e respeito”, escreveu ele.

Diversos artistas repostaram a mensagem do cantor e produtor, incluindo Karol G, Natti Natasha e J Balvin. O dono de hits como X e Mi Gente fez até mesmo um IGTV para explicar sua opinião sobre o tema, depois que viu algumas pessoas dizendo que ele estava contra suas próprias indicações.

“Tem gente interpretando [a campanha #SinReggaetonNoHayLatinGrammy] como se a gente estivesse dizendo que os outros gêneros e os outros artistas não importam, mas o ponto não é esse. O que queremos dizer é que estão se utilizando do nosso poder midiático, que move massas”, começou ele. Balvin falou também sobre como o reggaeton foi desprezado ao longo dos anos e criticou o fato de a premiação reunir diversos gêneros musicais em uma única categoria denominada “urbana”. “A denominação de ‘urbano’ é muito aberta, serve para reggeaton, rap, trap. No final, toda música é urbana”, continuou.

View this post on Instagram

Frente a los Latin Grammy

A post shared by J Balvin (@jbalvin) on

“Não estou de acordo com a parte de nos usar para ganhar audiência e depois não nos dar o que merecemos nas nossas próprias categorias. Tudo bem que o Grammy não é o prêmio de quem vende mais, ou de quem tem mais streams ou de quem o povo mais gosta, mas é uma realidade que precisa ser mudada. Estão nos colocando dentro de categorias [genéricas] em vez de reconhecer o que é reggaeton”, questinou ele.

J Balvin ainda deixou claro que apoia outros amigos que também foram indicados, como a própria Rosalía, que concorre junto com ele por Melhor Canção Urban para Con Altura. “Que eu não esteja de acordo com como estão qualificando o reggaeton não quer dizer que eu não esteja de acordo com os outros gêneros e os artistas que estão brilhando no Latin Grammy”, completou.

Até agora, a Academia não se pronunciou a respeito.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s