12 filmes e documentários disponíveis na Netflix pra quem ama música!

Dá pra fazer uma verdadeira viagem pela história da música...

A Netflix tem cada vez mais investido em filmes e biografias sobre alguns dos maiores ídolos da música, recentes e do passado. Seja com títulos originais ou colocando no catálogo clássicos perdidos, tem muita coisa legal no serviço de streaming pra quem ama música.

Dá pra fazer uma verdadeira viagem pela história da música – pop, rock, soul, rap e eletrônica -, sem sair da cama ou do sofá.

Pra dar aquela ajudinha na busca, separamos alguns dos títulos mais legais:

Gaga: Five Foot Two

Produção original Netflix, o documentário acompanha Lady Gaga desde 2015, durante as gravações do álbum Joanne, até o show no intervalo do Super Bowl, em 2017. Gaga: Five Foot Two mostra os trabalhos de Gaga com o produtor Mark Ronson e momentos em que a cantora aparece bem vulnerável, falando sobre a luta contra a fibromialgia.

Justin Bieber’s Believe

A turnê Believe colocou Justin Bieber entre os maiores artistas do mundo e, pra nossa sorte, essa evolução foi registrada neste documentário. Ele acompanha o dia a dia de Bieber, mostrando momentos bem íntimos e imagens exclusivas dos shows dele, tudo ao som de canções como Boyfriend, Somebody to Love e As Long As You Love Me, só para citar algumas.

Katy Perry: Part of Me

Os fãs brasileiros da Katy Perry têm uma ligação especial com o documentário que registrou o encerramento da turnê do álbum Teenage Dream. Focado na carreira e na vida pessoal de Katy, Part of Me teve uma de suas cenas mais emocionantes filmadas em São Paulo, antes do show que ela fez por aqui em setembro de 2011. Ela recebe via mensagem de celular a notícia de que seu marido na época, Russell Brand, queria o divórcio. Após chorar muito no camarim, a cantora encontra no carinho dos fãs a força para subir ao palco. Registro histórico!

I´ll Sleep When I’m Dead

Documentário lançado pela Netflix que mostra a carreira brilhante e de sucesso do DJ e produtor Steve Aoki. Explora sua trajetória pelo EDM e ainda mostra sua relação com o pai, o empresário Rocky Aoki, fundador da rede de restaurantes Benihana.

Foo Fighters: Back and Forth

Quando resolveu gravar o álbum Wasting Light na garagem de sua casa, Dave Grohl decidiu que era a hora de registrar aquele momento e contar a história do Foo Fighters. Daí nasceu o documentário Back and Forth, que usou mais de mil horas de filmagens ao longo da trajetória da banda, fundada por Grohl em 1994, após a morte de Kurt Cobain e o fim do Nirvana.

Kurt & Courtney

Por falar em Cobain… Lançado em 1998, o documentário de Nick Broomfield investiga as teorias sobre a morte do vocalista do Nirvana: suicídio ou assassinato? Algumas delas, inclusive, acusando Courtney Love de ter mandado matar o próprio marido.

Straight Outta Compton – A história do N.W.A.

Como o nome já diz, esta cinebiografia conta a história do grupo de rap N.W.A., formado em 1986 em Compton, na Califórnia. Ele era formado por Eazy E, Dr. Dre, Ice Cube, DJ Yella, MC Ren e Arabian Prince, e sofreu muita perseguição ao denunciar em suas letras (principalmente em Fuck Tha Police) a abordagem truculenta da polícia aos jovens negros de Compton.

Roxanne Roxanne

Quando tinha 14 anos, Roxanne Shante se tornou a primeira mulher a brilhar no rap americano com o hit Roxanne’s Revenge, gravada em 1984. Esta cinebiografia original Netflix mostra como Roxanne enfrentou um meio dominado por homens, enquanto lidava com os próprios dramas pessoais.

What Happened, Miss Simone?

Com imagens raras de arquivo, entrevistas com pessoas próximas e cartas, este documentário original Netflix mostra de forma bem completa a vida e a obra de Nina Simone.

Oasis: Supersonic

Se você se empolgou ao ouvir Wonderwall na trilha de Everything Sucks! e não conhece muito bem a carreira do Oasis, este documentário vai te ajudar a entrar de cabeça na obra dos irmãos Liam e Noel Gallagher, e conhecer algumas de suas maiores polêmicas.

Michael Jackson’s This Is It

Quando ensaiava para a turnê This Is It, Michael Jackson teve tudo registrado em vídeo pelo diretor Kenny Ortega. Sem saber que aquilo seria a última tour do Rei do Pop, o diretor captou mais de cem horas de gravação, que viraram o documentário lançado em outubro de 2009, meses após a morte de Michael.

The Beatles: Eight Days a Week The Touring Days

The Beatles: Eight Days a Week – The Touring Years usa entrevistas, imagens raras e gravações da época para retratar o período entre os anos 1963 a 1966, época em que os Beatles estouraram e fizeram 250 shows pelo mundo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s