Visitamos o set de Vingadores: Era de Ultron e falamos com o elenco

Nova aventura da Marvel chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (23/4)

Por Fernanda Catania Edição: Bruno Dias Fotos: Reprodução Atualizado em 24 ago 2016, 16h26 - Publicado em 23 abr 2015, 16h20

Um dos filmes mais esperados do ano chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (23/4). Sim, estamos falando de Vingadores: Era de Ultron , que novamente reúne nas telonas o Homem de Ferro, Thor, Hulk e Capitão América.

O vilão da vez é Ultron, que nasce do erro de um projeto de Tony Stark para construir um sistema de inteligência artificial que traria a paz para a humanidade.

A CAPRICHO foi até Londres à convite da Walt Disney Pictures, em maio de 2014, para acompanhar a filmagem de uma cena, além de falar com parte do elenco.

Chris Evans, de adolescente rebelde a herói certinho

Foi um pouco surreal ver Chris Evans pessoalmente. Ele é tão bonito que parece mentira. O ator que dá vida ao Capitão América é falante, fala alto e tem um jeito meio “metido” que lembra aquele garoto popular da sua escola. O Capitão América é o herói mais certinho e responsável do grupo, mas Chris deixou claro que, no novo filme, vamos ver um personagem mais engraçado. “É muito difícil interpretar um cara perfeito. Então eu amo quando ele erra e passa por alguns conflitos, problemas que ele não consegue resolver”.

Continua após a publicidade

Diferente do personagem, o ator me disse que, quando adolescente, ele era muito rebelde. “Era um desafio para a minha mãe, coitada. Eu amava viver coisas novas, me divertir sem me importar com as consequências. Eu era muito mais aberto e divertido do que sou hoje”, contou. Mas ele não quis revelar o ato mais rebelde de sua vida. “Não, isso não pode ser espalhado por aí”, disse, aos risos. Depois que acabar o contrato com a Marvel, Chris quer dirigir um filme de romance, com mais humanos e menos tecnologia.

Sim, o tanquinho é do Chris Hemsworth!

Chris Hemsworth é encantador. Além de ele ser realmente muito parecido com o irmão, Liam, ele é fofo, tem um sorriso lindo e um jeitinho tímido apaixonante. Sem contar o físico de Thor. Juro! Dava pra ver a marca dos quadrados do tanquinho dele na camiseta. Não aguentei e tive que perguntar se aquele corpo era efeito visual. Ele ficou vermelho, riu e disse: “Sim, tudo culpa da tecnologia! Na verdade, eu treino pesado desde o primeiro filme do Thor (2011). No começo era mais difícil, eu tinha que comer muito e malhar todos os dias, o tempo todo. Agora, o mais difícil é perder toda essa massa depois do filme”, contou. Em Vingadores 2, vamos ver o lado mais humano dos personagens. Perguntei o que ele tinha de parecido com Thor e, claro, rolou mais zoeira. “Ele é claramente um Deus”, disse Don Cheadle (James Rhodes/ Máquina de Guerra). “Pois é, eu sei voar! Mas, o Thor tem um forte senso do certo e do errado e tem opinião pra tudo. Acho que eu sou meio assim”, completou Chris.

O encontro de família entre Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo

Essa foi a entrevista mais divertida de todas. Robert Downey Jr. e Mark Ruffalo são muito engraçados e bastante amigos. “Meu Deus, isso parece um interrogatório policial”, disse Mark, quando chegou e viu vários gravadores em cima da mesa. “Que comecem os jogos”, completou o eterno Homem de Ferro. No novo filme, Tony Stark (o Homem de Ferro) vai continuar liderando, mas o ego dele vai ficar um pouco de lado para lutar contra o Ultron junto com os Vingadores. “Sou o cara mais humilde que eu conheço”, disse Robert Downey Jr., brincando, ao se comparar com seu personagem. “Na verdade, Robert é muito generoso, querido e compreensivo”, disse o amigo Mark, mas logo Robert cortou o mimimi: “O Mark é igualzinho ao seu personagem. Meus Deus, tirem o cara verde gigante daqui! Mas, sério, ele se parece com Dr. Bruce Banner, porque ele estuda os assuntos do cientista e sabe exatamente sobre o que está falando. Isso é raro entre os atores.”

Mark Ruffalo também contou que, no novo filme, vamos ver muito mais atuação do que efeitos visuais: “O Hulk vai falar mais e não só esmagar tudo e todos”. Sobre voltar a gravar a sequência do filme que foi gravado em 2011, os dois falaram que é difícil, ainda mais tendo os filmes individuais dos heróis nesse tempo. “São muitos detalhes! Eu esqueço as coisas toda hora!”, confessou Mark. “Eu sou mais responsável que Mark nesse sentido. (risos) Faço questão de ver tudo. (No ano passado) passei meu aniversário assistindo Capitão América: O Soldado Invernal, junto com milhares de crianças”, contou Robert. “Mas é muito bom gravar com quem você já tem uma boa relação. É como se fosse um encontro de família, o reencontro de pessoas que você realmente gosta”, completou o fofo do Mark.

Continua após a publicidade
Publicidade