Troian Bellisario se abre sobre anorexia: “Ninguém entendia”

A atriz contou sua história através de seu novo filme, Feed, em que atua ao lado do Tom Felton.

Por Bruna Nobrega Atualizado em 31 Maio 2017, 20h45 - Publicado em 31 Maio 2017, 15h19

Troian Bellisariotinha se aberto no passado sobre a sua batalha contra a anorexia, mas agora ela achou outro meio de falar sobre isso: através de um filme. Feed foi escrito pela atriz, baseado em sua própria experiência com a doença.

Em uma entrevista a Interview Magazine, Troian falou mais um pouco sobre a mensagem que queria passar e como foi difícil fazer com que as pessoas ao seu redor entendessem o que ela estava passando. “Eu descobri que tinha muitas pessoas que achavam que isso era sobre perder peso ou ser magra, e eu não conseguia fazer elas entenderem que era sobre controle em um nível muito muito literal. Eu não conseguia fazer ninguém – nem as pessoas que mais me amavam, meu namorado, minha mãe ou meu pai – entender como a experiência realmente era para mim.”

View this post on Instagram

SO EXCITED! @entertainmentweekly just posted the trailer for #FeedtheMovie on their website! I'm so proud to share this story with you. So grateful to my best friend and artistic partner in crime @docdanger for directing it, to @t22felton for playing my other half, Matt for the insanely talented work of @igorkropotov who made it look so beautiful and everyone who worked so hard to make this dream a reality. A huge thank you as well to the incredibly talented @witchoria for making us a beautiful piece of art for a poster! Check out the trailer in my bio!

A post shared by Troian Bellisario (@sleepinthegardn) on

Felizmente, apesar de não entenderem, todos lhe deram muito apoio na época e, atualmente, com a produção do filme. “Eles todos estavam com muito medo, o que eu entendo totalmente. Eles passaram por muita coisa me vendo daquele jeito sem poder fazer nada para ajudar. E aí eu disse: ‘Ei, pessoal, eu sei que eu passei por muita terapia e muitos corações partidos para me tornar forte o suficiente para viver sem isso, mas, na verdade, eu vou fazer um filme em que volto e me conecto totalmente a isso de novo’. Não foi fácil, foi como voltar a um vício, contou Troian.

Que bom que agora ela conseguiu passar por tudo isso e ainda se tornou uma inspiração para tantas meninas, né?

Continua após a publicidade

Publicidade