Site diz que Maisa “está depressiva” e ela responde: “Depressão é doença”

Um veículo brincou dizendo que Maisa "estava depressiva" em uma matéria e ela decidiu falar sobre a banalização da palavra "depressão"

Por Da Redação Atualizado em 17 ago 2018, 14h58 - Publicado em 17 ago 2018, 13h41

Maisa Silva não cansa de ser rainha, gente! Nesta sexta-feira (17), a atriz decidiu falar sobre o uso da palavra “depressão” quando usada de forma generalizada. Tudo começou quando ela viu que um veículo tinha chamado uma matéria sobre ela com o seguinte título: “Maisa fica depressiva com questão existencial e viraliza”.

“Com todo respeito, como alguém que teve pessoas depressivas na família, acho que é de muito mau gosto usar o termo ‘Maisa fica depressiva’. É doença, não pode ser banalizado”, explicou a atriz, dizendo ainda ter entendido que o título foi uma brincadeira, mesmo não tendo curtido.

Continua após a publicidade

Em outro post, ela continuou: “Eu nunca tive e nem tenho depressão, mas entendo que muitas pessoas não reconhecem como doença e, sim, um ‘estado de humor’, sendo que estar triste é muito diferente de ser depressivo. Por isso sou contra banalização, piadinhas, etc. O assunto é sério e está muito presente na nossa geração”.

Continua após a publicidade

E não é que Maisa está certíssima? Depressão e tristeza são duas coisas bem diferentes mesmo. Se sentir triste com alguma coisa é normal, mas se essa tristeza não passa e começa a se tornar uma espécie de angústia e/ou diminuição de interesse pela vida, pode ser considerada depressão.

  • De acordo com o site da revista Saúde, a depressão é um transtorno psiquiátrico que atinge pessoas de qualquer idade, mas é mais frequente entre mulheres, e já é considerado do “mal do século” pela Organização Mundial da Saúde. Por isso, é mesmo um assunto sério e que precisa ser tratado com respeito. Caso tenha os sintomas que descrevemos acima, é importante procurar um psiquiatra e/ou psicólogo, viu?

    Continua após a publicidade
    Publicidade