Shawn Mendes desabafa sobre sexualidade: “Todo mundo me chama de gay”

O cantor contou que esse assunto fez parte da sua insegurança por muito tempo

Por Izabel Gimenez Atualizado em 15 dez 2020, 17h52 - Publicado em 15 dez 2020, 17h47

Apesar de já ter afirmado diversas vezes que não é homossexual, o assunto sobre sua sexualidade vira e mexe reaparece na vida de Shawn Mendes. Em entrevista ao podcaster Dax Shepard, o cantor afirmou que, por ter muitos amigos gays, vê-los sofrer por causa do preconceito social era uma frustação enorme.

Shawn Mendes
LOS ANGELES, CALIFORNIA – JANUARY 26: Shawn Mendes attends the 62nd Annual GRAMMY Awards at Staples Center on January 26, 2020 in Los Angeles, California. (Photo by Amy Sussman/Getty Images) Reprodução/Getty Images

“Eu senti uma raiva real [da mídia e sociedade] por aquelas pessoas. É uma coisa tão complicada. Você quer dizer: ‘Eu não sou gay, mas estaria tudo bem se eu fosse – mas também não há nada de errado em ser gay, mas eu não sou.’ Você realmente não sabe como responder à situação”, disse sincero. 

Sua sexualidade sempre foi colocada a prova pelos amigos desde seus 15 anos – principalmente por causa da sua voz que era mais fina e por ser mais sensível. Todo mundo me chama de gay. Tive problemas com a maneira como minha voz soava, tentava deixar mais grossa. Sofri por cruzar minhas pernas e sentar com uma posição mais feminina. A verdade é que eu não cresci lutando. Eu cresci fazendo tranças no meu cabelo na véspera de Ano Novo”, explicou. 

  • Por fim, Shawn agradeceu sua namorada Camilla Cabello pelo companheirismo sempre. “Ela me fala ‘nós vamos para a cama e você vai colocar sua cabeça no meu peito, chorar, me dizer como se sente. Se não fizer isso, você só vai ser um idiota na próxima semana e eu não vou lidar com isso. Eu tenho sorte de estar em um relacionamento assim“. 

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade