Shawn Mendes desabafa sobre sexualidade: “Todo mundo me chama de gay”

O cantor contou que esse assunto fez parte da sua insegurança por muito tempo

Por Izabel Gimenez Atualizado em 15 dez 2020, 17h52 - Publicado em 15 dez 2020, 17h47

Apesar de já ter afirmado diversas vezes que não é homossexual, o assunto sobre sua sexualidade vira e mexe reaparece na vida de Shawn Mendes. Em entrevista ao podcaster Dax Shepard, o cantor afirmou que, por ter muitos amigos gays, vê-los sofrer por causa do preconceito social era uma frustação enorme.

Shawn Mendes
LOS ANGELES, CALIFORNIA – JANUARY 26: Shawn Mendes attends the 62nd Annual GRAMMY Awards at Staples Center on January 26, 2020 in Los Angeles, California. (Photo by Amy Sussman/Getty Images) Amy Sussman/Getty Images

“Eu senti uma raiva real [da mídia e sociedade] por aquelas pessoas. É uma coisa tão complicada. Você quer dizer: ‘Eu não sou gay, mas estaria tudo bem se eu fosse – mas também não há nada de errado em ser gay, mas eu não sou.’ Você realmente não sabe como responder à situação”, disse sincero. 

Sua sexualidade sempre foi colocada a prova pelos amigos desde seus 15 anos – principalmente por causa da sua voz que era mais fina e por ser mais sensível. Todo mundo me chama de gay. Tive problemas com a maneira como minha voz soava, tentava deixar mais grossa. Sofri por cruzar minhas pernas e sentar com uma posição mais feminina. A verdade é que eu não cresci lutando. Eu cresci fazendo tranças no meu cabelo na véspera de Ano Novo”, explicou. 

Por fim, Shawn agradeceu sua namorada Camilla Cabello pelo companheirismo sempre. “Ela me fala ‘nós vamos para a cama e você vai colocar sua cabeça no meu peito, chorar, me dizer como se sente. Se não fizer isso, você só vai ser um idiota na próxima semana e eu não vou lidar com isso. Eu tenho sorte de estar em um relacionamento assim“. 

 

Continua após a publicidade

Publicidade