Shailene Woodley se declara culpada por invasão em protesto

Atriz ficará por um ano em condicional

Por Da Redação - 27 mar 2017, 18h35
(Getty Images) Foto/Getty Images

Após ter sido presa acusada de invasão de propriedade durante um protesto na Dakota do Norte, em outubro do ano passado, Shailene Woodley fez um acordo com a Justiça e vai evitar ter problemas ainda maiores. Ela estava em uma manifestação pacífica contra a construção de um oleoduto.

Segundo a Variety, a atriz se declarou culpada e por isso não será condenada à prisão. Apesar disso, Shailene ficará por um ano em condicional e terá que pagar uma fiança de 500 dólares. Ela também escapou de outras duas acusações: invadir propriedade privada e participar de uma rebelião.

Quando foi detida, ao lado de outros 27 protestantes, Shailene Woodley chegou a fazer uma live no Facebook. “Eu não sei se esses caras me ouviram, mas eu andava de volta para meu carro pacificamente e eles me puxaram pela minha jaqueta e disseram que eu não poderia continuar”, declarou. “Eles tinham armas gigantes e não me deixaram seguir.”

Publicidade