Continua após publicidade

Será que Britney Spears vai se recuperar?

Duas internações, o seqüestro do próprio filho e outra crise de choro. Mais um ano começa e Britney Spears ainda não encontrou a saída para a maior crise de sua vida

Por Da Redação Atualizado em 24 ago 2016, 23h57 - Publicado em 24 jul 2013, 18h37

Nada mudou na vida de Britney, que surtou diante do mundo no ano passado e começou 2008 no mesmo ritmo alucinado. O novo pacote de escândalos é uma prova de que a cantora precisa de uma boa bateria de exames e de alguém que realmente esteja interessado em sua recuperação. 

Ainda que tarde, Jamie e Lynne Spears, pais da cantora, parecem finalmente dispostos a fazer isso e obtiveram na Justiça o direito de controlar a descontrolada vida da filha. A boa notícia é que o diagnóstico do problema está mais claro. Não é falta de noção, nem afetação. Britney sofreria de uma doença conhecida como transtorno bipolar, caracterizada por constantes variações de humor, o que tem acontecido com freqüência na vida da cantora. Resta saber quando Britney vai começar um tratamento sério e pôr um fim neste mar de notícias tristes que os fãs já estão cansados de ver. 

3 de janeiro

Britney começa o ano com mais um escândalo. A cantora se recusa a devolver o filho mais novo, Jayden James, ao pai, Kevin Federline, que tinha a guarda provisória dele e do irmão mais velho, Sean Preston. A polícia de Beverly Hills demorou 3 horas para resgatar a criança da mansão da cantora, que havia se trancado no banheiro com Jayden e ameaçado se matar caso ele fosse tirado dela. Brit acabou internada, aos berros, no Hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, e perdeu o direito de ver os filhos. 

Continua após a publicidade

14 de janeiro

Britney perde a chance de recuperar o direito de visitar os filhos por não entrar no tribunal para depor. Quando chegou ao local, acompanhada do namorado Adnan Ghalib, a cantora ficou apavorada com a presença dos fotógrafos. “Estou com medo, quero voltar para o carro”, disse. A sessão era uma oportunidade para a cantora explicar o que realmente havia acontecido no dia 3 de janeiro em sua casa. 

16 de janeiro

Ao lado de Adnan Ghalib, Britney é vista em uma farmácia, em Studio City, Califórnia, comprando um teste de gravidez. As fotos são feitas pela agência FinalPixx, onde trabalha Adnan, o que leva a crer que tudo podia ser somente uma ceninha do casal. Mais tarde, foi confi rmado que Brit não esperava um terceiro filho. 

21 de janeiro

Num bom momento, a cantora é vista entrando em um estúdio, em Hollywood, para ensaiar uma nova coreografia. O proprietário do estúdio, Robert Baker, contou à revista People que Brit estava em excelente forma, mas que ele teve que emprestar seu CD Blackout para ela porque Brit não tinha levado o próprio CD para o ensaio. 

Continua após a publicidade

29 de janeiro

Britney tem mais um de seus surtos bem em frente ao condomínio onde vive em Los Angeles. Ela saiu do carro do amigo Sam Lufti, aparentemente depois de brigar com ele, e sentou na calçada soluçando e segurando seu cachorrinho, o yorkshire London. No dia anterior, Sam havia dado uma entrevista dizendo que a cantora tinha problemas mentais e que estava indo ao psiquiatra. 

31 de janeiro

Na madrugada, Britney é levada por uma ambulância, escoltada pela polícia, ao centro médico UCLA, em Los Angeles. A polícia podia solicitar a internação de Brit porque a Justiça a havia classificado como um perigo para si mesma e para quem convive com ela. A cantora, que estava sem dormir há 4 dias, parecia calma e colaborou com os médicos. O motivo da internação era fazer Britney passar por uma avaliação, o que acabaria não acontecendo. 

5 de fevereiro

Com um depoimento polêmico, Lynne Spears consegue na Justiça afastar o suposto amigo Sam Lufti (foto) de sua filha. A mãe da cantora revelou que, no dia 28 de janeiro, estava na casa da filha e viu como Sam controlava a vida dela: entupia a estrela de medicamentos e havia cortado o telefone da cantora. Muito próximo de Brit, Sam estaria preparando um livro sobre os dias dele ao lado da popstar. A defesa do amigo foi dizer que os pais da cantora estavam interessados apenas na fortuna dela, avaliada em 40 milhões de dólares. 

Continua após a publicidade

7 de fevereiro

Um dia depois de deixar o centro médico UCLA, Britney é fotografada em um dos seus já bem famosos passeios de carro. Ela apareceu fumando, mostrando a calcinha e, mais uma vez, imitando o sotaque britânico ao conversar com os fotógrafos. É claro que os 7 dias de internação não foram suficientes e que a cantora precisa de um tratamento mais sério. E, mais do que nunca, um pouco de sossego da parte dos paparazzi, que vivem às custas de sua má fase na vida pessoal.

 

Continua após a publicidade

Publicidade