Ruby Rose denuncia abusos e até mortes durante gravações de Batwoman

A atriz revelou acidentes graves nos bastidores da série e comportamentos absurdos dos produtores

Por Bruna Parrado 20 out 2021, 15h44

Nesta quarta-feira (20/10), Ruby Rose fez algumas revelações em seus Stories sobre os bastidores de Batwoman, envolvendo temas como abuso e até morte de dublês. A atriz era a protagonista da série desde seu lançamento em 2019, mas acabou desistindo do trabalho após a primeira temporada e foi substituída por Javicia Leslie.

Quando sua saída foi anunciada, os fãs começaram a imaginar que o motivo teria sido algum desconforto nos bastidores ou algo relacionado à lesão que sofreu durante as gravações, pois ela teve que ser levada às pressas para uma cirurgia de emergência. A atriz já tinha falado sobre o assunto em algumas entrevistas anteriores, mas decidiu revelar de uma vez por todas a realidade do set de Batwoman.

“Querida CW. Chega. Eu vou contar para todo o mundo o que realmente aconteceu naquele set. Eu vou atrás de vocês para que o que aconteceu comigo não aconteça com mais ninguém. E eu possa finalmente ter minha vida e a verdade de volta. Vergonha”, escreveu Ruby ao começar a #ExposedParty.

Segundo ela, o produtor Peter Roth teria tido comportamentos inapropriados com jovens mulheres no set e chegou até a contratar um detetive particular para seguir Ruby. A atriz também compartilhou imagens de diversos exames que fez por conta de lesões durante as filmagens e disse que até teve um câncer, além de ter sofrido cortes em seu rosto tão perto dos olhos que poderia ter ficado cega.

Continua após a publicidade

Pedindo para os fãs pararem de desejar seu retorno à série, Ruby Rose revelou que foi obrigada a retornar ao trabalho três semanas depois de uma cirurgia de emergência na coluna e ameaçada de perder seu emprego caso não obedecesse. Ela também contou que foi impedida de participar da Comic Con em 2019 e teve que esconder cicatrizes de acidentes no set durante vídeo para os fãs.

View this post on Instagram

A post shared by Ruby Rose (@rubyrose)

A respeito de outros acontecimentos durante as gravações, ela contou que dois dublês morreram, um membro da produção teve queimaduras de terceiro grau e uma mulher ficou quadriplégica, não recebendo ajuda da CW e ainda sendo acusada de ficar muito tempo no telefone.

Apesar das revelações de Ruby serem chocantes, a situação envolvendo a CW não é novidade e outros atores também relataram abusos da empresa. Tom Welling, de Smallville, e KJ Apa, de Riverdale, já sofreram acidentes de carro por conta de jornadas de trabalho muito longas, cerca de 16 horas por dia.

Que absurdo, né?

Continua após a publicidade

Publicidade