Príncipe Harry compara perseguição da mídia com Meghan Markle à de sua mãe

"Perdi minha mãe e agora vejo minha esposa sendo vítima das mesmas forças poderosas", escreveu o príncipe

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 2 out 2019, 18h49 - Publicado em 2 out 2019, 13h04

O clima esquentou com a família real britânica! É que Meghan Markle decidiu processar o jornal The Mail por ter publicado uma carta pessoal que ela escreveu para seu pai após seu casamento com o príncipe Harry em 2018.

E em meio a tantos comentários negativos a respeito da duquesa de Sussex publicados pelos tabloides locais, o próprio príncipe Harry decidiu quebrar o protocolo real e escreveu um desabafo em primeira pessoa defendendo a esposa e afirmando que os dois foram forçados a tomar a atitude de processar o veículo por causa de “uma campanha implacável”, nas palavras dele, para tentar sujar a imagem de Meghan.

meghan-markle-principe-harry
Meghan Markle e Príncipe Harry Reprodução/Instagram

Harry chegou até mesmo a comparar a perseguição da imprensa por Meghan com a história de sua mãe, a princesa Diana, que morreu em 1997 em um acidente de carro enquanto tentava fugir de paparazzi em Paris. “Meu maior medo é que a história se repita. Sei o que acontece quando alguém que eu amo é mercantilizado a ponto de não ser mais tratado ou visto como uma pessoa real. Perdi minha mãe e agora vejo minha esposa sendo vítima das mesmas forças poderosas”, escreveu ele. Que tenso, né?

Embora tenha criticado a posição dos tabloides, Harry afirmou que tanto ele quanto Meghan veem a liberdade de imprensa e “reportagens objetivas e verdadeiras” como “um dos pilares da democracia”, mas acusou o The Mail de realizar “campanhas contra indivíduos sem pensar nas consequências”, e disse ainda que a perseguição do veículo por Meghan aumentou durante a gravidez e os primeiros meses após o nascimento do filho deles, Archie.

Continua após a publicidade

Ele disse ainda que a cobertura da viagem do casal pela África colocou luz nos “padrões duplos dessa parte específica da imprensa que a difamou quase diariamente nos últimos nove meses. Eles foram capazes de criar mentiras após mentiras às custas dela, simplesmente porque ela não era vista em público durante a licença-maternidade”, escreveu.

Para completar, Harry disse que testemunha o sofrimento de Meghan há muito tempo e que por isso não podia deixar de falar sobre o assunto.

meghan-markle-principe-harry-archie-africa-do-sul
Meghan Markle e príncipe Harry levaram o Archie para sua primeira viagem oficial pela África do Sul Reprodução/Instagram

Vale lembrar que os boatos mais recentes são de que o casal teria contratado uma empresa especializada em melhorar a imagem dos famosos. Será que essa parte é verdade? Se for, é bem provável que a carta de Harry seja uma estratégia de tentar fazer o jogo virar.

De acordo com a BBC, o escritório de advocacia Schillings, que representa o casal real, acusa o The Mail de conduzir uma campanha de histórias falsas e depreciativas sobre Harry e Meghan e entrou com uma ação na Suprema Corte por uso indevido de informações privadas, violação de direitos autorais e descumprimento da Lei de Proteção de Dados 2018. Em seu comunicado, Harry acusa o veículo até mesmo de ter editado a carta de Meghan para seu pai, omitindo alguns parágrafos. O jornal nega a acusação.

Publicidade