Continua após publicidade

Piratas do Caribe 3: nós já vimos!

“Piratas do Caribe – No Fim do Mundo” confirma o que já tinha ficado claro nos dois primeiros filmes da série sobre piratas, bandidos e mocinhos: Johnny Depp é mesmo o cara! Seu afetado Jack Sparrow mais uma vez carrega o filme nas costas. A primeira aparição do ator só acontece aos 30 minutos de […]

Por Da Redação Atualizado em 16 ago 2016, 18h30 - Publicado em 24 jul 2013, 18h37

“Piratas do Caribe – No Fim do Mundo” confirma o que já tinha ficado claro nos dois primeiros filmes da série sobre piratas, bandidos e mocinhos: Johnny Depp é mesmo o cara! Seu afetado Jack Sparrow mais uma vez carrega o filme nas costas.

A primeira aparição do ator só acontece aos 30 minutos de projeção, e é aí que a última parte da trilogia parece começar de verdade. Com Depp na tela, No Fim do Mundo ganha fôlego e a platéia acompanha a trajetória do pirata de fala e trejeitos esquisitos com gargalhadas.

O que acontece em “Piratas do Caribe – No Fim do Mundo”?

Jack Sparrow tinha sido engolido por um monstro marinho no final da segunda parte, “O Baú da Morte”. Portanto, o começo do terceiro filme é todo dedicado à busca pelo capitão, que encontra-se perdido – e mais louco do que de costume – em uma espécie de purgatório no fim do mundo.

Continua após a publicidade

Com Jack resgatado e de volta ao mundo dos vivos (uma das melhores partes do filme), ele precisa se aliar aos piratas de todo o mundo para enfrentar os vilões Beckett e Davy Jones (aquele da cara de polvo). No caminho, encontra até o próprio pai, interpretado pelo Rolling Stone imortal Keith Richards (em quem Depp diz ter se inspirado para compor os trejeitos amalucados de Jack).

O resto, você sabe: ação embalada por efeitos especiais caríssimos, romance entre Keira Knightley e Orlando Bloom (que têm uma cena de casamento bastante inusitada) e, claro, palhaçadas de Johnny Depp.

Não tem jeito: Piratas do Caribe é dele.

Publicidade