“O mundo precisa de mais gente como Bela”, diz Emma Watson

A atriz conversou com a CAPRICHO WEEK sobre os desafios (e os sucessos) de A Bela e a Fera!

Por Gabriela Zocchi - 14 mar 2017, 19h52

Depois de anos de espera, a semana da estreia de A Bela e a Fera finalmente chegou!  E é claro que a CAPRICHO WEEK não ia ficar fora dessa, né? A gente teve a oportunidade de visitar os sets de gravações do filme, em Londres, e conversou cara a cara com Emma Watson sobre os desafios que enfrentou ao interpretar a Bela e a importância em transformar a princesa em uma garota bem girlpower. Agora, ~você é nossa convidada~ para conferir essa conversa e desvendar os mistérios do longa! 

Foto: Divulgação/CAPRICHO

CH: Emma, parabéns pelo filme, está lindo. E você canta muito bem! Como foi soltar a voz em um longa pela primeira vez?

EMMA WATSON: Obrigada! Bom, eu nunca tinha cantado profissionalmente antes, então estava muito nervosa no começo. Mas tivemos uma equipe incrível de compositores e professores de canto, e eles conseguiram me ensinar técnicas e me deixar confiante. Hoje estou muito feliz de ter conseguido fazer isso.

CH: Você ajudou a transformar a Bela em uma mulher ainda mais girlpower e ativa. O que espera que as garotas aprendam com ela?

EMMA: O que eu mais gosto na Bela é a mensagem que passa de que você não precisa ser como todo mundo. Ela também sonha alto, e acho que isso é uma das coisas incríveis sobre ela. Nada a limita, Bela quer aventura e sabe que o mundo está aí para ela. Além disso, não julga antes de saber a história toda. A Bela é uma mulher que se coloca no lugar das pessoas para tentar entendê-las. Acho que precisamos de mais gente como ela no mundo.

Tumblr/Reprodução

CH: A Bela passa uma mensagem muito legal para garotas, mas a Fera também tem um papel importante na história. Como você acha que ela pode ajudar na formação de caráter de meninos e meninas?

EMMA: A história explora muito a masculinidade e o que ela significa. O que faz a Fera ser um humano é sua compaixão, sua empatia e até a piedade que ela mostra ao Gaston no final do filme. E, claro, sua habilidade de entender o que é amar, que é colocar os interesses e o bem-estar de alguém na frente dos seus. Amar é um ato altruísta, e essa é uma boa mensagem para os jovens.

Continua após a publicidade

CH: A Bela sente que não se encaixa na sua aldeia. Você já se sentiu como ela?

EMMA: Eu ainda me sinto perdida como ela! (risos) Mas acho que às vezes é bom não se encaixar. Nem sempre a opinião da maioria é a certa.

Reprodução/Tumblr

Ficou curiosa para ler o resto da entrevista? Então baixe agora a nova edição da CAPRICHO WEEK! Na matéria, a gente traz ainda um raio-x exclusivo com todos os detalhes sobre o vestido amarelo da Bela e os nossos momentos preferidos do filme, que vai te emocionar muito. Ah, na matéria de moda mostramos todos os looks lacradores (e sustentáveis) usados por Emma nos tapetes vermelhos do longa. 

Divulgação

E tem mais! No clima de despedida, nossa editora de beleza relembra os makes e cabelos incríveis de Nina Dobrev usados em seus anos de The Vampire Diaries, série que chegou ao fim na semana passada. Para lacrar muito nas tendências, o Garimpo traz chokers de veludo lindas por até R$ 39,90! E os boys vêm em dobro nesta edição! No New Star, o cantor e ator Thalles Cabral vai mostrar que tem talento de sobra! Já no Colírio, tente não babar nas fotos do ator e influencer Sean O’Donnell.

Divulgação/CAPRICHO

Para baixar a CH WEEK, é bem fácil: é só entrar na App Store (iOS) ou na Google Play (Android) e procurar por Capricho Week. Aí é só baixar e escolher a edição que você quer ler. Se preferir, assine e leia tudo com um superdesconto! Corre lá e depois conte pra gente o que achou!

Continua após a publicidade
Publicidade