Normani fala sobre a época que sofreu cyber-bullying: “Tóxico”

A cantora ficou quase dois meses longe das redes sociais por conta disso

Por Bruna Nobrega Atualizado em 18 abr 2017, 20h05 - Publicado em 18 abr 2017, 16h49

Em agosto do ano passado, Normani Kordei, do Fifth Harmony, viu de perto como as redes sociais poderiam ter um poder negativo. Na época, a cantora sofreu um intenso fluxo de mensagens de ódio racistas no Twitter e teve até que dar uma pausa na rede para aliviar a mente.

Agora, vários meses depois, Mani se sentiu confortável para falar sobre o assunto em um artigo para a Refinery 29“Foi muito tóxico para mim. Eu ficava online e via vários comentários racistas sobre mim, e imagens minhas sendo editadas tentando me machucar de jeitos terríveis. Era muito feio.”

https://www.instagram.com/p/BSuEdlRBrpJ/

Ela contou que quase desistiu da turnê que estava fazendo com o Fifth Harmony. “Eu queria ir para casa. Tudo o que eu queria era me sentir segura, deitar na minha cama e ficar em casa com pessoas que genuinamente conheciam meu coração.”

Felizmente, a cantora se uniu a sua família e amigos e conseguiu se manter firme. Ela ainda deu um conselho para as meninas que estão passando pelas mesmas coisas. “Mantenha-se cercada por pessoas incríveis, com quem você se sente confiante e confortável. Tente silenciar a voz de todos os outros e ouça a sua própria. E se você precisar de afastar [das redes sociais] e se colocar em primeiro lugar, então faça isso.”

Que bom que ela está melhor, né? 

Continua após a publicidade
Publicidade