Meghan Markle diz que palácio propagou falsidades sobre ela e o marido

Em entrevista cheia de revelações com Oprah Winfrey, Meghan e Príncipe Harry falam sobre a vivência na Família Real

Por Vitória Macedo 4 mar 2021, 13h14

Meghan Markle e o Príncipe Harry estão prontos para falar a verdade. Em uma entrevista com Oprah Winfrey, a duquesa e o duque se Sussex abriram o jogo sobre o que enfrentaram como membros da realeza, e afirmaram que não ficarão calados. A ex-atriz comentou que a reputação e falsidades que circulavam sobre os dois foi reforçada até mesmo pelo palácio.

  • “Como você se sente sobre o palácio ouvir você falar sua verdade hoje?”, perguntou Oprah na entrevista que ainda será lançada no dia 7 de março, na CBS. “Não sei como eles poderiam esperar que depois de todo esse tempo, ainda ficaríamos em silêncio se há um papel ativo que a Firma está desempenhando na perpetuação de falsidades sobre nós”, declarou Meghan, se referindo à instituição da família real quando diz “a Firma”. “E se isso vem com o risco de perder coisas, quero dizer, há muito que já foi perdido”, disse.

    Em outro trecho de anúncio da entrevista, além da apresentadora deixar avisado ao público que não há tópicos na conversa fora dos limites (ou seja, pode tudo), Oprah afirma que Megahn e Harry disseram “coisas muito chocantes”.

    Acusações de bullying contra Meghan 

    As discussões envolvendo a duquesa e o palácio não param por aí. Nesta quarta-feira (3/2), o Palácio de Buckingham soltou uma nota alegando que irá investigar as alegações de bullying, feitas por um ex-funcionário, contra Meghan. O caso foi relatado pelo TheTimes na terça-feira (2/3).

    Estamos claramente muito preocupados com as alegações no The Times após reivindicações feitas por ex-funcionários do Duque e da Duquesa de Sussex”, disse o palácio em um comunicado. “Consequentemente, nossa equipe de RH analisará as circunstâncias descritas no artigo. Os membros da equipe envolvidos no momento, incluindo aqueles que deixaram a Casa, serão convidados a participar para ver se as lições podem ser aprendidas.”

    Já a equipe de Meghan enviou um comunicado à revista People, repudiando as acusações. “A duquesa está triste com este último ataque ao seu caráter, particularmente como alguém que foi alvo de bullying, e está profundamente comprometida em apoiar aqueles que passaram por essa dor e trauma”, relatou. “Ela está determinada a continuar seu trabalho construindo compaixão em todo o mundo e continuará se esforçando para dar o exemplo de fazer o que é certo e fazer o que é bom”. 

    Ao deixarem o posto na realeza britânica, Meghan e Harry tem muito o que falar. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade