Martin Garrix transformou o LollapaloozaBR em sua própria balada

O DJ fechou o palco Perry's com muuita animação neste domingo (26/03).

Por Bruna Nobrega - Atualizado em 27 mar 2017, 16h32 - Publicado em 27 mar 2017, 12h11

Mesmo tendo que competir com o grande público do Strokes e do Flume, Martin Garrix lotou a plateia ao fechar o palco Perry’s neste domingo (26/03), no Lollapalooza Brasil, e uma coisa é certa: não tinha ninguém que conseguiu ficar parado com as inúmeras batidas que o DJ fez ao vivo.

Ele abriu o show com Don’t Look Down, seguida pelo remix de Can’t Feel My Face, do The Weeknd, que animou ainda mais o público, que havia acabado de assistir ao show do cantor e, a partir daí, liderou uma série de remixes ao vivo de várias canções, incluindo hits como Lions in the Wild, Scared to be LonelySun Is Never Going Down.

Breno Galtier/Divulgação

Com um verdadeiro show de pirotecnia no palco, lotado de fumaças, luzes e fogo, o público nem sentiu falta da pouca interação do DJ, que falou em apenas em alguns momentos para agradecer a presença de todos e mandar a galera pular. E funcionou, viu?

Para encerrar o show com estilo, Garrix começou o remix com Tremor, um de seus single mais conhecidos, passando por U & I Runaway For Forbidden Voices, um cover de Feel So Close, do Calvin Harris e finalizando, claro, com In The Name of Love.

 

Continua após a publicidade
Publicidade