Manuscrito de Harry Potter é roubado e polícia pede ajuda de fãs

Um prelúdio da série foi vendido durante um leilão em 2008

Por Gabriela Zocchi Atualizado em 12 Maio 2017, 16h43 - Publicado em 12 Maio 2017, 16h13

J.K. Rowling e a polícia da Inglaterra precisam da sua ajuda! Um prelúdio de Harry Potter escrito à mão pela escritora foi roubado durante um assalto que aconteceu em Birmingham, no Reino Unido.

O manuscrito de cerca de 800 palavras estava escrito em um cartão postal e foi vendido por 25 mil libras (cerca de R$ 100.500,00) em um leilão beneficente que aconteceu em 2008. A obra foi levada junto com algumas joias durante um assalto em uma propriedade que aconteceu entre os dias 13 e 24 de abril e, nesta sexta-feira (12), a polícia decidiu recorrer aos potterheads para tentar encontrá-lo.

“As únicas pessoas que comprariam uma peça única como essa seriam fãs verdadeiros de Harry Potter”,  disse o agente Paul Jauncey da Polícia de West Midlands ao jornal The Guardian. “Estamos apelando para que qualquer pessoa que veja ou receba oferta do item entre em contato com a polícia”, explicou.

J.K. Rowling também pediu que os fãs sejam responsáveis e não comprem o item roubado. “Por favor não comprem isso se receberem a oferta. Ele foi vendido originalmente em um leilão da English Pen (uma fundação da Associação Internacional de Escritores). Quem o comprou apoiou a liberdade dos escritores ao fazer uma aposta”, escreveu Jo em seu Twitter, junto com um link que explicava o roubo.

A história presente no manuscrito acontece três anos antes do nascimento de Harry e mostra seu pai, Tiago, e seu padrinho, Sirius Black, quando eram adolescentes. Os dois são confrontados por dois policiais trouxas depois de apostarem uma corrida de motos em alta velocidade, mas, como ótimos bruxos, eles sobem em suas vassouras e fogem.

Continua após a publicidade

Publicidade