Manu Gavassi não confirma que escreveu música para Pe Lu, do Restart

Cantora conversou com a CAPRICHO e esclareceu rumores sobre a música "Você Já Deveria Saber"

Por Da Redação Atualizado em 16 ago 2016, 17h38 - Publicado em 17 dez 2015, 19h14

Aquela história que Manu Gavassi teria feito uma música meio “tapa na cara” para o cantor Pe Lu, da banda Restart, já está em todo lugar. A música “Você Já Deveria Saber” vazou na quarta (02/02) na internet e deixou os fãs superconfusos.

Manu fez uma pausa nos ensaios para o seu primeiro show, que rola dia 20 de março no Via Funchal, para falar com a CAPRICHO. Ela conta que a música foi escrita em novembro do ano passado para um garoto com quem ela ficava e não sabe de onde vieram os rumores de que a música era para Pe Lu. “Eu nunca falaria para quem eu fiz uma música. Não faz sentido. A letra explica exatamente o que eu sinto e isso já é o suficiente”, disse.

 

Então quem é o garoto da música? Manu prefere não revelar. “Não tem por que eu dizer. Nunca vou dizer para quem é uma música. Ele era muito fofo. Teve uma vez que me ligou, falou pra eu sair do lado de fora de casa e, quando vi, ele estava na minha porta, com um buquê de flores”, disse.

Mas o relacionamento com o garoto de “Você Já Deveria Saber” não durou muito tempo. Um amigo da cantora contou que de fofo o cara não tinha nada. Manu conta: “Ele era assim comigo e também com outras meninas. E as atitudes dele me levavam a acreditar que ele não era sincero. Chorei de raiva”.

Continua após a publicidade

 

Nesse mesmo dia, Manu se trancou no quarto e escreveu a letra toda sozinha.

Ouça “Você Já Deveria Saber”!

Manu ainda disse que está recebendo várias mensagens de fãs superbravas. “Fico chateada, claro. Conheço o Pe Lu assim como todo mundo. Ele tá aí na TV. Nós nos conhecemos no VMB”, disse.

“Você Já Deveria Saber”, como conta Manu, foi feita para ver se o menino se tocava: “A minha intenção foi deixá-lo com a consciência pesada. E as meninas podem se identificar com a história da música. Não aconteceu só comigo”.

Continua após a publicidade
Publicidade