Ludmilla pede prisão de apresentador de TV que a chamou de macaca

Marcão do Povo, apresentador do Balanço Geral do Distrito Federal, disse que a cantora era "pobre e macaca" ao vivo em rede nacional

Por Da Redação Atualizado em 20 jan 2017, 15h40 - Publicado em 18 jan 2017, 11h35

Que mundo é esse em que vivemos, gente? Nesta terça-feira (17), o apresentador Marcão do Povo chamou Ludmilla de “macaca” durante a transmissão ao vivo do programa Balanço Geral do Distrito Federal.

Tudo rolou durante o quadro A Hora da Venenosa, em que os apresentadores ~alfinetam~ as celebridades. Quando falava sobre o fato da cantora ter se recusado a tirar fotos com fãs, Marcão disse: “É uma coisa que não dá para entender. Ela era pobre e macaca. Mas pobre mesmo”. Que absurdo, né?

View this post on Instagram

Infelizmente, ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns, ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras ao meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu odio. Não deixaremos impune tais atos, trata se de um desrespeito absurdo, vergonhoso. Fica evidente que esse cidadão @marcaoapresentadortv não possui nenhum pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional. Como já foi dito por Paulo Autran, “todo preconceito é feito da ignorância”, visto que os racistas não possuem um conhecimento de moralidade, tratando sua própria cor de pele como superior e única. Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário.

A post shared by Ludmilla (@ludmilla) on

Ludmilla logo denunciou o jornalista em seu Instagram, fazendo um desabafo sobre racismo e dizendo que iria tomar as providências necessárias. “Infelizmente ainda existem pessoas que não compreendem que a discriminação racial é crime e alguns ainda usam o espaço na mídia para noticiar mentiras a meu respeito, ofender, menosprezar e propagar todo o seu ódio”, escreveu a cantora.

De acordo com o site do jornal Correio Braziliense, o empresário de Lud contou que ela vai entrar com um pedido de prisão de Marcão. “Isso tem que ser combatido e farei a minha parte, quantas vezes for necessário”, escreveu a cantora nas redes.

Através do Twitter, o programa da Record Brasília defendeu o apresentador, dizendo que “macaca” é uma expressão regional.

Apesar da justificativa do programa, quem assistiu ao vídeo percebeu que o apresentador utilizou a palavra “macaca” fora desse sentido, de forma ofensiva, né?

promo-volta-as-aulas2017

 

Continua após a publicidade
Publicidade