Louca Por Séries: Vale a pena? Confira as estreias da fall season

Confira a minha opinião sobre as novidades da TV que estrearam nesses últimos dois meses

Por Priscila Harumi 29 out 2017, 14h02

Faz um tempão que estou querendo escrever essa coluna. Estava com a ideia de assistir todas as 32 séries que foram lançadas nessa fall season para então dar o meu veridito por aqui. Mas boy oh boy, como essa fall season está complicada!

De vez em quando, Jim morre de tédio. NBC/Divulgação

Estou achando as séries bem repetitivas e quase sem novidade ou motivos para continuar assistindo. Tanto que é possível colocar uma contra a outra e decidir em seguir com apenas uma – ou até mesmo nenhuma.

Então, para tentar facilitar para vocês, segue a minha opinião sobre esses lançamentos dos últimos dois meses. Espero, de verdade, que a midseason seja bem melhor:

1) Young Sheldon x The Good Doctor

Iain Armitage em Young Sheldon. CBS/Divulgação

Essas eram as que eu mais estava esperando. De um lado, a história do Sheldon de The Big Bang Theory quando criança, interpretado pelo fofo do Iain Armitage, que fez Big Little Lies. Do outro, a série com Freddie Highmore depois da espetacular Bates Motel. Ambas as séries tem protagonistas dentro do espectro e tem um certo humor ali. Mas Young Sheldon é bem mais interessante que The Good Doctor. Infelizmente, a série com Highmore é pesada, com um roteiro desconexo, parecendo que não flui. Apesar de Young Sheldon ainda não ter tido novos episódios, o piloto é uma doçura e uma fofura só, fazendo querer saber mais sobre essa família de um personagem tão conhecido e amado.

2) Marvel’s Inhumans x The Gifted x Runaways

Os mutantes em The Gifted. Fox/Divulgação

O que aconteceu que surgiu tanta série da Marvel? Foi o sucesso dos filmes nos cinemas ou o barulho que Os Defensores (Jessica Jones, Luke Cage, O Demolidor e O Punho de Ferro) causaram? Em todo caso, surgiram três séries novas desse universo. Ainda não assisti Runaways, apesar do trailer ser bem interessante, mas de longe, The Gifted ganha de Inhumans. Assisti Inhumans com vergonha alheia. Vergonha pelo Iwan Rheon, ter saído de Game of Thrones com um personagem tão marcante como o Ramsay Bolton para essa série tão fraca e com os efeitos especiais tão mal feitos. The Gifted tem o Stephen Moyer, que viveu o Bill de True Blood, em uma história bem interessante de resistência, como a sociedade enxerga o outro diferente e união.

3) Seal Team x The Brave x Valor x SWAT

Explosão em The Brave. NBC/Divulgação

Mas se teve um tema que as emissoras apostaram todas juntas e quase todas falharam foi: guerra. Essas quatro são as estreias dessa temporada sobre os soldados que são quase super-heróis de tão maginífico que são os seus feitos. Mas claro, eles tem seus defeitos e seus segredos. Em SEAL Team, David Boreanaz (que acabou de sair de Bones) guarda o remorso de ter dado uma ordem que resultou na morte de um companheiro (interpretado por Daniel Gillies, de The Originals). Valor é protagonizado pela bela Christina Ochoa, em uma tentativa da CW de fazer série de guerra. Ela esconde também um segredo que pode ser uma consipiração maior do que imagina. SWAT é a série com Shemar Moore que vai explorar o que acontece quando policiais treinados erram. E para mim, a melhor de todas é The Brave que mostra a ligação de um time em campo super treinado sendo orientado por um time na base com as informações tecnológicas e de dados. É a melhor dessas, pra mim, porque não tem essa de erros, é inteligente, tem um ritmo rápido, acontece muita coisa o tempo todo e tem algumas histórias a serem exploradas que já me cativaram.

4) AHS Cult x Ghost Wars x Lore x Superstition x The Halcyon

Trump eleito em AHS Cult. FX/Divulgação

Além de séries de militares, guerra e servidores públicos quase super-heróis, as emissoras também apostaram em séries de terror. Bom, aqui não posso dar muito minha contribuição porque não consigo assistir essas séries. Tenho um pavor absoluto por séries de terror, porque fico com medo real, super impressionada e ouvindo coisas na minha casa quando estou sozinha. Simplesmente não posso assistir a esse conteúdo, apesar de fazer muito sucesso. Mas parece que é algo que o povo curte, vide os filmes de terror bombando nos cinemas. Se você curte tomar esses sustos, conta pra mim qual dessas foi a melhor. Eu apostaria em AHS Cult porque é AHS com a maravilhosa da Sarah Paulson.

5) Law & Order True Crimes x The Deuce x Mindhunter

Jonathan Groff em Mindhunter. Netflix/Divulgação

Esse é o grupo das séries cabeçudas. Eu particularmente gosto das três. Gosto desses temas mais próximos da realidade, que exploram as nuances humanas e que trazem verdades sobre a sociedade e o mundo em que vivemos. Confesso que estou atrasada nas três porque preciso de tempo para mergulhar nessas histórias pesadas e essa é uma comoditie que eu quase não tenho nos dias de hoje. Mas as três são fenomenais, sem contar no elenco com True Crimes com Josh Charles (The Good Wife), The Deuce com James Franco (11.22.63) e Mindhunter com Jonathan Groff (Glee, Looking e Hamilton).

Continua após a publicidade

6) Ten Days in the Valley x Absentia x Wisdom of the Crowd

Stana Katic em Absentia. AXN/Divulgação

Essas são as séries que deveriam ser levadas a sério como o grupo acima, mas é difícil porque força a barra. Eu confesso que estou entregue em Absentia, uma das minhas poucas que resistiram a essa fall season, mas por causa do talento de Stana Katic (de Castle). As demais, eu até queria acreditar, mas não me envolveram. Ten Days tem a espectacular Kyra Sedgwick e a querida Erika Christensen (Parenthood), mas a história me dá raiva por causa dos furos e da falta de inteligência dos personagens. E Wisdom of the Crowd é muito estranha e surreal para o meu gosto, mesmo com Jeremy Piven (Entourage), Monica Potter (Parenthood) e Natalia Tena (Game of Thrones).

7) Me Myself and I x Kevin (Probably) Saves the World

Jason Ritter em Kevin (Probably) Saves the World. ABC/Divulgação

Esse é um dos casos que nenhuma das duas. Essas duas comédias tem um pouco de “ficção científica”, com personagens desesperados e aflitos porque a vida deles virou de cabeça para baixo. Apesar de Me, Myself and I, isso ser multiplicado por três porque mostra três fases da vida do mesmo personagem.

8) The Mayor x 9JKL

Lea Michele e Brandon Micheal Hall em The Mayor. ABC/Divulgação

Essas são as outras duas comédias que estrearam nessa temporada. Apesar de The Mayor ter recebido muitas críticas positivas e ter Lea Michele no elenco, não conseguiu me conquistar. E 9JKL é uma daquelas séries que funcionariam muito bem nos anos 90, mas sério? 2017 e ainda estamos com esse formato de comédia. Se fosse para escolher apenas uma das duas, com certeza The Mayor, mas não é uma série que *preciso* assistir.

9) Star Trek Discovery x The Orville

Sonequa Martin-Green em Star Trek: Discovery. Netflix/Divulgação

Ficção científica de Star Trek. Parece que estou forçando a barra porque The Orville deveria ser uma comédia e Discovery é um drama. Mas The Orville erra tanto no tom da série que esquece a comédia e pesa a mão no drama, mesmo com Seth MacFarlane (Family Guy) no comando. As duas são ambientadas nesse universo espacial e simplesmente, nenhuma entrou para a minha lista semanal.

10) Future Man x Ghosted

Josh Hutcherson em Future Man. Hulu/Divulgação

Outras duas comédias, mas dessa vez, por mais que sejam nesse universo surreal e científico, valem a pena. Future Man tem Josh Hutcherson na TV, depois do sucesso absoluto de Jogos Vorazes. Além de Eliza Coupe, que é maravilhosa sempre e faz eu sentir uma super falta de Happy Endings. Ghosted tem a dupla Adam Scott (Parks & Rec) e Craig Robinson (The Office) e eu estava pronta para morrer de rir. Infelizmente não achei graça ainda, mas continuo por mais um tempo. Nessa briga, esse universo meio videogame de Hutcherson parece ser mais interessante que o mundo alienígena de Ghosted.

11) Dynasty

Elizabeth Gillies em Dynasty. CW/Divulgação

Acredita que não achei nenhuma série para comparar com essa maravilha? Talvez porque ela realmente me conquistou e é uma das minhas favoritas dessa fall season. Josh Schwartz conseguiu mais uma vez me prender nesse universo dos ricos, belos e malvados. Depois de The O.C. e Gossip Girl, Dynasty é a série que todas estaremos falando em breve. Anota aí, porque eu ainda volto para falar dessa maravilha que tem a fabulosa Elizabeth Gillies vivendo uma personagem que entrará para nosso hall das malvadas favoritas.

E você? Quais séries novas está assistindo? E quais já desistiu?  Compartilha comigo nos comentários ou vem conversar comigo no Instagram @priharumi | Twitter @priharumi | TV Showtime priharumi

Continua após a publicidade
Publicidade