Louca Por Séries: 5 motivos para assistir Life Sentence

A nova série da Lucy Hale já estreou e deixou bem claro o que podemos esperar dos próximos episódios

Por Priscila Harumi 11 mar 2018, 14h00

Uma das estreias mais aguardadas dessa midseason era a nova série com a Lucy Hale, Life Sentence. Todas as promos me deixaram bem empolgada porque parece ser uma boa novidade para a CW, depois do fim de The Vampire Diaries. Além de ser a primeira das atrizes de Pretty Little Liars a voltar para a TV.

Como diz no trailer, Lucy interpreta Stella, uma garota que foi diagnosticada com um câncer terminal e viveu os últimos 8 anos da vida dela como se fosse morre, até descobrir que estava curada e agora precisa descobrir o que fazer da vida, além das verdades que sua família escondia dela. Todas as séries que geram muita expectativa correm um grande risco, porque nem sempre conseguem corresponder. Imagino o quanto deve ser difícil mostrar todo o potencial de uma série somente com um episódio. Apesar de ter assistido somente ao piloto, acredito que eles fizeram um bom trabalho, pelo menos, o suficiente para que eu tire essas conclusões:

1) Potencial da história

Reprodução/Youtube

Pode parecer que seja uma história sobre uma garota com câncer, mas na verdade, é uma história sobre uma garota que não faz a menor ideia do que fazer com a sua vida e quem realmente são as pessoas que ela mais ama. É bem mais relacionável do que parece. A doença da Stella trouxe muita dor, mas também, criou um mundo mágico para ela, que não é o mundo real. Além de embarcarmos nessa história para descobrir mais sobre quem é a Stella (e tudo o que ela aprendeu vivendo todo dia como se fosse o último), vamos descobrir mais sobre a família dela e como a vida é mais incerta do que gostaríamos que fosse. Tem muito potencial narrativo aqui: o trabalho, o futuro, até mesmo a possibilidade da doença voltar.

2) Lucy Hale 

CW/Divulgação

Vamos ser sinceras? O real motivo inicial de estarmos empolgadas é ver Lucy Hale de volta na TV, depois de anos acompanhando Aria em Pretty Little Liars. Sempre disse que ela é a minha Liar favorita e sempre achei ela uma atriz excelente! Ela é bem expressiva e consegue ir da comédia para o drama com bastante facilidade. Além disso, a série tem toda uma fotografia e estilo meio Aria, com um figurino lindo (a mesma sensação de PLL de quere todas as roupas) e um tom meio filtro de instagram. Eu amo quando eles acertam não só a história, mas todo o ambiente também, combinando com o estilo do personagem protagonista.

Continua após a publicidade

3) A família

CW/Divulgação

A Lucy Hale pode ter sido o motivo inicial para irmos assistir, mas a família é tão interessante, que eles não só complementam a história, mas tem muito potencial também. A mãe que está se descobrindo bissexual, o pai que está perdido financeiramente e não sabe como salvar seu casamento, a irmã que tem filhos e está infeliz no trabalho e finalmente, o irmão que age como criança e foge dos sentimentos reais. O irmão dela chama Aiden e é interpretado por Jayson Blair. Fiquem de olho meninas, porque algo me diz que iremos nos apaixonar por ele. Além de ser engraçado, ele tem uma química excelente com todos da série e rouba das muitas cenas.

4) Comédia

CW/Divulgação

Eu amei que apesar da temática pesada de câncer, a série tem um tom cômico e piadas muito boas! A hora do discurso da Stella é maravilhoso e como eu disse acima, boa parte da diversão vem do Aiden, o irmão da Stella. Mas a mãe, o pai e até a irmã fazem a série ser divertida. Espero que eles não percam isso de vista. Diferente de Chasing Life (série da ABC Family que pode parecer similar) é o tom de comédia e isso ganha muitos pontos.

5) Romance

The CW/Divulgação

Percebeu que eu passei quase toda a coluna não falando do marido da Stella? Bom, esse é um ponto que me deixou dividida. Eu adorei o ator, Elliot Knight, que faz o Wes, um cara que a Stella conheceu em Paris e se apaixonaram. Tanto que eles casaram em pouquíssimo tempo e ele também entrou no ritmo de viver um conto de fadas para que os últimos anos dela fossem mágico. Ele também tem muitos segredos, mas está disposto a descobrir o que será essa vida pós-câncer com ela. Sinceramente, eu não achei que eles tiveram química! Não sei se foi porque ficamos anos vendo Lucy com Ian Harding, transbordando química em PLL, mas não senti a mesma conexão. Já imaginou que louco se esse casamento não funciona e eles convidam o Ian para a série? Na verdade, qualquer Liar que aparecer será um grande evento, mas espero que eles trabalhem melhor na temática do romance porque como vocês já sabem, eu amo um bom romance.

Já assistiu a série? Qual foram as suas impressões? Vem conversar comigo sobre séries no Instagram @priharumi | Twitter @priharumi | TV Showtime priharumi

Continua após a publicidade
Publicidade