Lily Collins defende sua personagem em Emily em Paris de críticas

A atriz respondeu aos comentários de que Emily é irritante e exagerada

Por Bruna Parrado 29 out 2021, 13h53

Não é só os fãs que defendem seus personagens favoritos! Seus próprios intérpretes também saem em defesa deles quando não concordam com as críticas do público e conseguem até explicar o por quê de tais atitudes, já que os conhecem melhor do que ninguém, né? Foi exatamente isso que Lily Collins fez em recente entrevista para a Nylon ao saber que o público tinha ~certas~ opiniões sobre a protagonista de Emily em Paris.

Ao saber que algumas pessoas acham sua personagem irritante e exagerada, a atriz a defendeu e ainda valorizou esses aspectos de sua personalidade: “Muitas das qualidades que Emily tem, se colocá-las no papel, pareceriam tão irritantes“.

Ter alguém otimista, brilhante e alegre – é triste pensar que as pessoas olhariam e diriam: ‘Isso é muito’. São qualidades tão lindas, e o fato de ela poder associar isso a ser vulnerável, pedir ajuda e cometer erros – ela não é infalível”, disse Lily.

Lily Collins como Emily em imagem de da segunda temporada de Emily em Paris; ela está sentada em um banco na rua com paisagem verde com flores rosas ao fundo; ela também está olhando para o celular com expressão chocada e usa um look com detalhes amarelos como boina, luva e a bolsa colocada ao seu lado no banco
Lily Collins como Emily em imagem de da segunda temporada de Emily em Paris Netflix/Divulgação

Aproveitando para comentar também sobre as comparações de Emily em Paris com Sex and the City, a atriz disse que suas protagonistas – Emily e Carrie – são muito diferentes entre si, apesar de ambas terem sido criadas por Darren Star. “Ela não está de forma alguma imitando a vida de Carrie”. Além disso, ela disse que “Emily provavelmente cresceu tendo pôsteres de Carrie Bradshaw em sua parede“. Fã como a gente!

Sobre a vida dos sonhos de Emily, Lily acredita que tenha um propósito para que as coisas sejam assim: “Eu acho que esta é uma realidade elevada para Emily, estar se mudando para Paris, e o que ela experimenta e o que ela vê”. Porém, segundo ela, isso se torna um pouco menos crível por conta da aparência estética e toda a produção de um programa de TV.

A segunda temporada de Emily em Paris estreia dia 22 de dezembro na Netflix.

Continua após a publicidade

Publicidade