Kesha retira processo contra Dr. Kule e entrega músicas novas a gravadora

Informação fou confirmada ao Buzzfeed News pelo advogado da cantora

Por Equipe CAPRICHO Fotos: AKM-GSI e Getty Images Atualizado em 24 ago 2016, 12h03 - Publicado em 2 ago 2016, 13h00

Kesha resolveu retirar o processo em que acusa o produtor Dr. Luke de abuso sexual numa tentativa de seguir em frente com sua carreira. Segundo o Buzzfeed News, a cantora ainda enviou 28 canções inéditas para suprir o contrato vigente com a Kemosabe Records (de Luke) e que está ligada à Sony Music.

“Kesha está focada em voltar ao trabalho e entregou 28 novas músicas para a sua gravadora. Nós levamos para a Sony Music e para a gravadora o forte desejo de Kesha de lançar um novo single e um novo álbum o mais breve possível”, falou ao Buzzfeed News o advogado da cantora, Daniel Petrocelli.

A Sony Music ainda não se pronunciou sobre a decisão de Kesha, ao contrário de Dr. Luke, que enviou um comunicado ao Buzzfeed News através de sua advogada, Christine Lepera, dizendo que a cantora desistiu do processo “porque sabia que não teria chance de ganhar”.

Em abril desse ano, a  juiza da Suprema Corte de Nova York, Shirley Kornreich, deu vitória ao produtor Dr. Luke contra todas as ações movidas pela cantora contra ele. Antes disso, em fevereiro, a Suprema Corte de Nova York negou à cantora uma pedido de liminar que a liberava do seu contrato com Dr. Luke e com a Sony Music até a audiência final do caso, que deve acontecer só em 2017.

Quando tinha 18 anos, em 2005, Kesha assinou o contrato com a Kemosabe Records que a obriga a lançar cinco álbuns pelo selo. Atualmente ela possui apenas dois trabalhos lançados, os álbuns Animal (2010) e Warrior (2012).

Continua após a publicidade
Publicidade