Kathryn Newton diz ter se identificado com Freaky na CCXP Worlds

Terror ou comédia? Os dois! A atriz comentou que o novo filme é uma reflexão do nosso tempo

Por Vitória Macedo Atualizado em 4 dez 2020, 23h18 - Publicado em 4 dez 2020, 22h13
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

Terror, sarcasmo e comédia. Toda essa mistura está no mais novo filme da Universal, Freaky: No Corpo de Um Assassino. No painel da CCXP Worlds, os protagonistas Kathryn Newton, (The Society, Big Little Lies) e Vince Vaughn falaram sobre características do filme, sobre como queriam vir ao Brasil e a atriz revelou sua identificação com o longa-metragem. Mas, não, ela nunca trocou de corpo com um assassino. 

A trama segue Millie, interpretada por Kathryn, uma jovem de 17 anos que tenta apenas sobreviver ao ensino médio e à crueldade dos mais populares. Mas, quando se torna o novo alvo de Butcher (Vince Vaughn), o terrível serial killer da sua cidade, o seu último ano passa a ser a menor das suas preocupações… Quando o antigo punhal de Butcher faz com que ele e Millie acordem um no corpo do outro, ela descobre que tem apenas 24 horas para recuperar o seu corpo antes que a troca se torne permanente e ela fique presa no corpo de um louco de meia-idade para sempre. O único problema é que ela agora tem a aparência de um psicopata que é procurado por toda a cidade, enquanto Butcher, que está igual a ela, levou o seu gosto pela carnificina até à festa da escola. 

Deu para ver que é uma trama divertida de ensino médio, mas sem deixar de dar uns arrepios, né?

Ao contrário de sua personagem, Kathryn disse que se seu ensino médio fosse um filme, seria daqueles clichês de baile de formatura. “Capitã do time de golfe, presidente da turma, essa era a minha experiência”, disse a atriz. Já Vince revelou que era de zoar, brincar, mas sem muito romance devido a timidez. Duas pessoas completamente diferentes, tanto na altura quanto na personalidade, contracenaram juntas e até trocaram os papéis. Foi exatamente isso que tornou o filme tão interessante.

Continua após a publicidade

O diretor, Christopher Landon utiliza essa dualidade como uma marca importante do longa. “[Landon] Mistura terror e comédia. Quando eu faço o carniceiro, tem duas pessoas completamente diferentes”, comenta Kathryn.

Mas já pensou se essa filme fosse ambientado no Brasil? No painel da CCXP, Vince e Kathryn sim. “Eu queria fazer uma sequência de Freaky no Brasil, no carnaval, Freaky na pista de dança. Muita diversão e muita comida”, disse o ator.  “Ia ser super difícil ir para o carnaval e viajar, um dia eu ia gostar muito. A gente pode fazer Freaky em uma dança, pode transformar em uma coreografia”, falou Kathryn fazendo a dancinha do filme. 

Os atores também falaram sobre como os filmes de terror fazem o espectador criar empatia. “Você se colocar na perspectiva de outra pessoa te leva a empatia“, refletiu Vince. Já a atriz disse como quer que as pessoas se sintam ao assistir seu novo filme. “Eu espero que quando as pessoas assistirem Freaky elas se sintam assim, porque Freaky é um reflexo dos nossos tempos, é uma janela, um retrato do que a gente está vivendo hoje“, e completou dizendo que se identificou com o que viu no longa. “Eu vejo o filme, vejo e mim, meus amigos, é assim que a gente fala, eu espero que quando as pessoas assistirem ao filme também se reconheçam“, finalizou.

Quem também está animada para ver este filme? Ele tem estreia marcada no Brasil para o dia 10 de dezembro.

Para mais conteúdo da CCXP fique ligada em nosso site. 

Continua após a publicidade
Publicidade