K-pop: rapper NaDa volta ao país e lança parceria com girlgroup brasileiro

Cheia de atitude, a artista sul-coreana se apresenta no Rio de Janeiro e São Paulo

Por Gustavo Balducci - 5 jul 2019, 15h51

Em 2018, a rapper sul-coreana NaDa chegou ao Brasil pela primeira vez para uma apresentação única no evento de k-dança KDT. A garota cheia atitude conversou com a CAPRICHO sobre feminismo, representatividade no mundo da música, e principalmente, seu papel no hip hop, lembra?

Pois bem! A notícia boa é que a musa vai voltar ao Brasil para ser atração do tradicional festival Anime Friends, com shows na capital do Rio de Janeiro, no dia 06 de julho, e em São Paulo, nos dias 13 e 14.

Outra novidade incrível é que a rapper lançou um single especial com as meninas do girlgroup brasileiro EVE. Essa é a primeira música produzida entre as brasileiras e uma artista coreana. O single, intitulado Oy Mama, apresenta a pegada forte de NaDa sem que a identidade latino brasileira do EVE se perca. A ideia do projeto, segundo o grupo, surgiu com o objetivo de eternizar essa relação que a NADA sempre teve com o Brasil.

NaDa começou sua carreira como backdancer de alguns clipes até debutar no grupo feminino Wa$$up em 2013 e depois deixou de lado o estilo sexista das coreografias emplacadas pelo grupo e apostou seu talento no programa Show me The Money 3, além de competir na terceira temporada de Unpretty Rapstar, na qual ficou em segundo lugar e se tornou a artista que mais ganhou faixas dentre todas as temporadas. Hoje, NaDa está criando sua própria linha de maquiagem com uma das maiores empresas de cosméticos da Coreia, além de ser fundadora de sua própria gravadora, a Ground Zero. A reputação dela é vinculada a representatividade de mulheres fortes no mercado, reforçada pelo seu discurso de independência e disrupção dos padrões de beleza do país.

Continua após a publicidade
Publicidade