Jout Jout: “Quem quer ser youtuber precisa fazer terapia”

A Youtuber se disse chateada com a polêmica em torno do seu namorado

Por Gabriel Justo | Foto: Raquel Espírito Santo/TPM Atualizado em 17 ago 2016, 19h13 - Publicado em 15 abr 2016, 16h40
Se você quiser fazer sucesso no YouTube, é bom preparar o bolso para pagar um bom terapeuta. “É muita coisa pra você pensar sozinha, precisa de uma ajudinha profissional.” Esse é o recado de Jout Jout, que em abril estampa a capa da revista Tpm. A YouTuber, que também já esteve na capa da CAPRICHO Week, chegou a essa conclusão ao conversar com a publicação sobre a polêmica envolvendo Caio, seu namorado, que é negro. 
 
 
Chateou ter gente tomando conta da nossa vida. Mas entendo como algo natural“, disse Julia, que apesar de não concordar com a postura do público em relação ao episódio, já esperava os contras da exposição que a fama na internet traz. “Eu fiz vídeos, me tornei uma pessoa pública, já sabia que isso estaria no pacote. Mas não foi legal, não.
 
Entre outros assuntos, Jout Jout ainda comentou sobre o seu início do seu canal. Segundo ela, tornar-se uma ~influenciadora digital~ e uma referência de feminismo no YouTube nunca foi seu objetivo. “Em nenhum momento eu falei: ‘Vou fazer um canal para empoderar mulheres e rapazes’, foi meio que virando isso sem querer e foi maravilhoso”, contou a Youtuber. “Fiquei muito feliz de ver o que o canal se tornou.”
 
Para ler a entrevista completa é só acessar o site da Tpm. 😉
 
Publicidade