Japa diz que não permitiu uso do nome de Maju Trindade em livro

O Diário do Japa ainda está em pré-venda, mas trecho sobre primeira vez do YouTuber está causando polêmica nas redes sociais

Por Equipe CAPRICHO Fotos: Divulgação e Reprodução Atualizado em 24 ago 2016, 14h03 - Publicado em 3 Maio 2016, 20h00

O livro O Diário do Japa, do YouTuber Japa (cujo nome é Mauro Morizono Filho), ainda está em pré-venda e só chega às livrarias no dia 30 de maio, mas o trecho em que ele conta sua primeira experiência sexual já estaria circulando nas redes sociais e causando polêmica.

No print que está sendo compartilhado, Japa descreve como tudo aconteceu, mas o que causou revolta entre os seguidores dele, e em alguns grupos feministas, seria o fato dele ter exposto sua ex-namorada, Maju Trindade, com quem teria tido sua primeira vez.

Assim que a história começou a viralizar na web, Japa usou o Twitter para se explicar e contar que não autorizou o uso dos nomes das pessoas que passaram por sua vida, muito menos o de Maju:

A CAPRICHO entrou em contato com a assessoria de imprensa da editora HarperCollins Brasil, que publica o O Diário do Japa, para verificar a veracidade dos prints compartilhados na web e por enquanto eles ainda não se posicionaram sobre o assunto, informando que tudo está sendo checado internamente.  
 

Continua após a publicidade
Publicidade