Homem chamado Taylor Swift conta como é receber o assédio dos fãs da cantora

Fotógrafo de 30 anos, morador de Seattle, teve a vida mudada em 2006, quando Tay começou a brilhar na música pop

Por Bruno Dias Fotos: Reprodução e Getty Images - Atualizado em 17 ago 2016, 17h46 - Publicado em 10 nov 2015, 13h50

Taylor Adam Swift, de 30 anos, teve sua vida mudada pra sempre em 2006, quando a Taylor Swift começou a brilhar na música pop. Desde então o fotógrafo morador de Seattle, nos Estados Unidos, passou a receber cartas e mensagens dos fãs da cantora de 25 anos.

Em entrevista ao KOMO 4 News, de Seattle, o fotógrafo explicou que até foi atrás de saber quem era essa tal de Taylor Swift. “Eu fiquei falando ‘ok, então ela faz música country, isso é bom. Ela escreve sua própria música, incrível. Ela parece ser uma ótima pessoa’”, contou.

Com o crescimento da carreira da Taylor Swift, Taylor Adam Swift viu a coisa aumentar, passando a receber muitas cartinhas de fãs e vendo as referências de buscas no Google, sobre sua carreira como fotógrafo, serem engolidas por informações da cantora pop.

“É um grande aumento na confiança”, revelou o rapaz, sobre ler as mensagens destinadas à Tay. “É uma interminável sucessão de ‘você é bonita, você é tão talentosa, você é uma grande modelo, você tem uma voz linda. E eu aqui, pensando: obrigado’”.

Ele também já passou por situações em que as pessoas duvidaram que ele se chamasse Taylor Swift. “Já teve momentos em que as pessoas falaram, ‘espera, seu nome é realmente Taylor Swift?’”, brincou o fotógrafo, que finalizou: “Existem nomes muito piores”.

Continua após a publicidade
Publicidade